in

Brexit: comércio de bens com a União Europeia cai após fim de período de transição

O fim do período de transição após o Brexit, em janeiro, levou a uma quebra de 27,4% nas exportações da União Europeia para o Reino Unido. No mesmo mês, também as importações caíram 59,5%, face a janeiro de 2020, divulgou o Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, as exportações recuaram 27,4%, na comparação com janeiro de 2020, e 31,9%, na variação em cadeia, face a dezembro. As importações, por seu lado, caíram 59,5%, na comparação homóloga, e 57,5%, face a dezembro.

O saldo da balança comercial com o Reino Unido aumentou, de nove mil milhões de euros, em janeiro de 2020, para 11,6 mil milhões de euros, em janeiro de 2021.

Face a dezembro de 2020, a União Europeia  registou um crescimento médio de 4,9% das exportações para o resto do mundo e de 4,1% das importações.

 

Conceito misto

No boletim, o Eurostat refere que, desde o início do ano, com o fim do período de transição pós-Brexit, os dados sobre o comércio com o Reino Unido basear-se-ão num conceito misto. Em aplicação do Protocolo de Retirada na Irlanda e Irlanda do Norte, os conceitos estatísticos aplicáveis ao comércio com a Irlanda do Norte são os mesmos que para o comércio entre Estados-membros, enquanto que para o comércio com o Reino Unido (excluindo a Irlanda do Norte) são aplicáveis os mesmos conceitos estatísticos para o comércio com outro país parceiro extracomunitário.

Por estas razões, os dados sobre o comércio com o Reino Unido não são totalmente comparáveis com os dados sobre o comércio com outros parceiros comerciais extracomunitários, e para os períodos de referência antes e depois do final de 2020.

Publicidade

Lego

Grupo Lego apresenta um forte crescimento em 2020

Zalando

Zalando quer triplicar vendas até 2025