in

Brambles quer ser pioneira na criação de cadeias de abastecimento regenerativas

A Brambles está a embarcar num novo plano de sustentabilidade a cinco anos. Ao impulsionar o seu modelo de negócios circular, a Brambles pretende transformar a entrega dos bens essenciais e ser pioneira nas cadeias de abastecimento regenerativas para os seus clientes.

De acordo com JJ Freijo, Global Head of Sustainability da Brambles, “regenerativo significa restaurar, reabastecer e criar mais valor ou capital para a sociedade e para o ambiente do que aquele que a empresa retira. A Brambles compreende a responsabilidade que tem para com as suas visões ambiciosas, motivo pelo qual também pretendemos contabilizar tanto o capital natural como o social nos nossos programas de 2025 e validar o nosso progresso rumo a uma posição regenerativa“.

A Brambles partilhou os seus resultados nos últimos cinco anos no seu Relatório de Sustentabilidade anual, publicado em setembro, no qual também revelou os novos objetivos. Esta estratégia de sustentabilidade apresenta uma evolução do programa da Brambles 2015. Em essência, trata-se de aumentar o “saldo positivo” ao criar melhores resultados, em vez de diminuir o “saldo negativo” ao reduzir apenas os impactos menos bons.

Mantendo a sua  conformidade com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, a Brambles tem sido bem-sucedida a cumprir com as suas intenções de desflorestação zero, emissões zero e desperdício zero. No final do período financeiro de 2020, a contribuição de eletricidade renovável atingiu os 70%, o que ajudou a exceder o objetivo de redução de emissões em 20%, ao conseguir uma diminuição de 33% desde 2015. 100% de todos os materiais de madeira foram extraídos de florestas com certificados de sustentabilidade, o que ajudou a transformar de forma positiva os mercados florestais globais.

 

Objetivos 2025

Os objetivos para 2025 centram-se na aceleração da transição para uma economia circular ao expandir o modelo empresarial de “partilha e reutilização” para mais clientes em mais cadeias de abastecimento. Na prática, isto significa utilizar as suas soluções circulares para aumentar os resultados ambientais nas cadeias de abastecimento dos seus clientes e impulsionar as iniciativas de floresta positiva para compensar pelos impactos residuais; expandir o programa de colaboração positiva exclusivo para todas as regiões e duplicar parcerias colaborativas nos clientes; desenvolver em conjunto e melhorar o seu desempenho nas ferramentas de medição da economia circular de ponta e promover mais diversidade no espaço de trabalho ao empregar, pelo menos, 40% de mulheres em posições de liderança, duplicando o número de mulheres a trabalhar nas instalações e colocando a Brambles entre as 20% melhores empresas inclusivas onde trabalhar.

Os objetivos de comunidades positivas para 2025 da Brambles procuram aumentar ainda mais os impactos positivos nas comunidades em que a empresa opera, o que inclui servir alimentos a 10 milhões de pessoas em todo o mundo, ao implementar a experiência fundamental da empresa em logística e impulsionar os seus programas de equipamento em géneros ou serviços para fazer face aos problemas interligados de desperdício alimentar e ajuda alimentar.

Publicidade

cerveja

Cervejeiros de Portugal lançam Guia “Cervejeiros em Portugal 2020-2021”

Electrolux

Grupo Electrolux apresenta aspirador 100% feito de materiais reciclados e reutilizados