in

Borges reinveste lucro na reativação do canal Horeca

Apesar de um segundo semestre muito complicado, devido à pandemia de Covid-19, a Borges obteve um lucro de 23,7 milhões de euros, que vai reinvestir em várias iniciativas, incluindo a reativação do canal Horeca.

O investimento da empresa vai dividir-se em várias áreas: 10,5 milhões serão alocados ao apoio aos bares, restaurantes e hotéis, 2,5 milhões à geração de emprego e medidas de proteção dos colaboradores, 10 milhões às iniciativas de sustentabilidade das suas unidades de produção e explorações agrícolas e 2,5 milhões em segurança alimentar e investigação e desenvolvimento de novas soluções para minimizar os efeitos da Covid-19.

 

Resultados

Em 2020, as vendas da Borges atingiram os 613 milhões de euros, menos 11,1% que no exercício anterior. De acordo com a empresa, esta queda deveu-se, principalmente, à redução dos preços das principais matérias-primas comercializadas pelo grupo, como o azeite, as nozes e as amêndoas.

As vendas nos mercados internacionais representam 71% das receitas, tendo mantido o seu peso face ao exercício de 2019.

A Borges comercializou um total de 307 mil toneladas, das quais, em valor, se destaca o azeite, representando 41% das vendas.

 

125.º aniversário

Este ano, a empresa comemora o seu 125.º aniversário, que será assinalado com a inauguração da Casa Borges, projeto a que dedicou 2,5 milhões de euros numa primeira fase de reabilitação do edifício Mas de Colom, assim como dos terrenos envolventes, adaptando-os para o cultivo.

Publicidade

Dieta

As implicações da Covid-19 na saúde e na dieta

Bluevert

O poder das algas ao serviço da pele