APAN
in

Autoridade da Concorrência iliba anunciantes

 

A Autoridade da Concorrência (AdC) arquivou o processo contra a APAN por alegadas práticas anti concorrenciais decorrentes de um Guia de Boas Práticas para Concursos de Agências de Publicidade e Comunicação, publicado em 2009.

Recebemos a decisão sem surpresa. Sabíamos, desde o início, que não havia qualquer razão séria para esta acusação da AdC. Cumprimos estritamente as regras de concorrência e temos uma política de ‘compliance’ bem definida”, sublinha Manuela Botelho, secretária-geral da APAN.

 

Processo

A AdC iniciou o processo, em 2018, com a realização de buscas e, em 2019, acusou os anunciantes de limitarem o normal funcionamento do mercado da publicidade. A APAN manifestou a sua perplexidade face a tal acusação e afirmou junto da AdC a total ausência de fundamentos. “Só lamentamos que a AdC tenha necessitado de tanto tempo para assimilar o que, desde o início do processo, lhe foi transmitido com total transparência e colaboração. É o ponto final neste processo contra a APAN que, atentos os custos induzidos à APAN e aos seus associados, nunca deveria ter chegado a este ponto”, conclui Manuela Botelho.

Lego Ideas

Lego lança novo set da Rua Sésamo

Lusomorango

Exportações de pequenos frutos cresceram 2,1%