in

Auchan espera ultra proximidade registe aumentos de 10% a 15%

As vendas das lojas de ultra proximidade My Auchan devrão aumentar 10% a 15%, segundo avançou Wilhelm Hubner, CEO da Auchan Retail à infoRETAIL. “A proximidade é o formato do futuro, já que o consumidor a exige, determinado pela concentração da população nas cidades”.

O gestor destaca a aposta que a Auchan está a fazer neste formato, que representou 90% das aberturas de novas lojas do grupo no primeiro semestre. “A proximidade é um conceito que pode funcionar muito bem na maioria dos países onde a Auchan está presente. De facto, já estamos a abrir lojas de proximidade na Rússia, França, Portugal, Espanha, Hungria, Vietname, Itália e Roménia”.

Esta aposta não significa necessariamente o fim dos hipermercados, que evoluirão para uma segunda geração. “O hipermercado está a funcionar muito bem nos novos mercados, ao passo que nos países maduros se transformará para se adaptar às novas tendências de consumo. É o que está a acontecer em França, onde o hipermercado representa 80% do nosso volume de negócios e o qual estamos a reinventar, na expectativa de que se vislumbrem sinais positivos até ao final de 2018”.

Wilhelm Hubner está otimista quanto à evolução dos negócios da Auchan Retail nesta etapa final do ano, apesar dos resultados do primeiro semestre terem ficado aquém do esperado em França, Itália e Rússia. Já em Portugal, Espanha, China, Vietname e Senegal foram promissores. A Auchan Retail espera um aumento da faturação de 5%.

Publicidade

Europa ilegaliza a norma espanhola de vendas com prejuízo

Danone recorre à inteligência artificial para evitar que os iogurtes se estraguem