in

ANEBE reforça representatividade com cinco novos associados

Bebidas espirituosas

A ANEBE – Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas tem cinco novos associados e representa agora um total de 40 empresas, concretizando um reforço da representatividade do sector.

Os novos associados são os produtores nacionais O Benefício, que produz licor de ginja de Óbidos, Black Pig, destilaria de Santo André, no Alentejo, que produz gin, rum e medronho, Amicis Gin, destilaria de Coimbra que criou um gin com 14 botânicos das serras do Sicó e do Açor, Venakki, destilaria de Alpiarça, pioneira na produção de whiskey e que produz também vodka, gin e vermute, e Scoundlers Distillery, situada no Porto, produz rum, gin e um citrus português e alia à destilação uma escola para mestres destiladores de gin.

Além da representação e do apoio a produtores de bebidas espirituosas portugueses, a associação atua como uma aliança entre produtores nacionais e internacionais de bebidas espirituosas. Representa marcas como Licor Beirão, Diageo, Pernod Ricard, Bacardi Martini e dezenas de produtores nacionais de gin, rum, licor e aguardente, presentes em todo o território nacional.

João Vargas, secretário-geral da ANEBE, considera que “a adesão de novos membros à nossa associação, num período de crise, demonstra o bom trabalho que tem sido feito pelo sector na defesa dos interesses dos produtores e prova que o associativismo é uma das soluções e um porto seguro que os empresários encontram nas situações mais difíceis”.

ANEBE

A ANEBE valoriza e ambiciona representar, cada vez mais, o espírito de inovação da nova geração de produtores que está a reinventar marcas e a criar produtos de alta qualidade alicerçados em profundas tradições portuguesas, sendo um dos parceiros operacionais do programa Portugal Sou Eu e membro ativo de diversas iniciativas e plataformas de promoção de produtos portugueses.

Representa 40 associados, muitos dos quais pequenas e médias empresas sediadas em concelhos do interior de Portugal, e traduz uma aliança entre produtores portugueses e multinacionais de bebidas espirituosas, representando a grande maioria dos produtores de um sector que representa vendas de cerca de 70 milhões de euros anuais e emprega cerca de seis mil trabalhadores.

Indiretamente, estima-se que o sector seja responsável pela criação e/ou manutenção de mais de 21 mil postos de trabalho e represente – incluindo fornecedores, produtores e comércio – vendas anuais da ordem dos 700 milhões de euros. O valor anual de exportações de bebidas destiladas de Portugal aumentou cerca de 20%, entre 2010 e 2016, para cerca de 50 milhões de euros.

Mercadona

Mercadona abre em Penafiel a 15 de julho

MO

MO moderniza a loja nas Caldas da Rainha