in

Amazon quer “passar a perna” à Staples

A Amazon poderá transformar-se num obstáculo à fusão entre a Staples e a Office Depot. A gigante do “e-commerce” está interessada em comprar o negócio empresarial desta, precisamente a divisão que a Staples esperava ganhar controlo quando se propôs a adquirir aquele retalhista de material de escritório.

Há cerca de um ano, a Staples e a Office Depot acordaram a fusão dos seus negócios numa transação avaliada em 6,3 mil milhões de dólares. A operação tem sido travada por parte da autoridade norte-americana da concorrência, não obstante a vontade manifestada pela Staples em vender metade dos ativos da Office Depot, de modo a viabilizar a compra.

Contudo, o regulador está preocupado não com a operação de retalho, mas com o mercado empresarial, responsável por 40% das receitas anuais de ambos os retalhistas. No seu entender, apesar da Staples ter acordado a venda de alguns ativos à Essendant, a autoridade da concorrência argumenta que os dois retalhistas vendem a 79% das empresas incluídas no ranking Fortune 100, o que levanta preocupações em matéria de concorrência.

A Staples e a Office Depot estão a defender a sua posição em tribunal, numa audiência onde a Amazon também foi ouvida. A decisão de bloquear, ou não, a fusão depende do entendimento da representatividade da Amazon no mercado de “office supplies”.

O negócio já foi aprovado na Austrália, Nova Zelândia, China e União Europeia.

Publicidade

Tiago Ferreira assume Comunicação Externa e Relações Institucionais da Delta Cafés

UPS expande serviço de entregas urgentes para 12 mil novas moradas