in ,

Amazon é a maior ameaça estratégica ao retalho tradicional após compra da Whole Foods

A consultora Oliver Wyman aponta que a recente compra da Whole Foods pela Amazon irá converter o gigante de e-commerce na “maior ameaça estratégica” a qualquer retalhista tradicional.

Especificamente, a consultora salienta que esta aquisição vai significar uma “nova era para o retalho alimentar” e coloca novos desafios aos retalhistas, que devem reagir nos próximos anos a esta compra, conforme relatado em comunicado.

Com este movimento estratégico, a Amazon adquire uma cadeia de frio de nível nacional, um excelente conhecimento de gestão de frescos, uma cadeia de fornecimento global e uma credibilidade forte em produtos de marca própria. Assim, o gigante de e-commerce continua comprometido com o sector alimentar, depois de em dezembro do ano passado começar a testar, na sua sede, em Seattle, o lançamento da sua primeira loja física sem caixas.

A consultora também alerta sobre uma possível guerra de preços no sector, já que a Amazon vai apostar nesta secção, tendo demonstrado a sua capacidade de investir fortemente para dominar nas categorias em que decide concorrer e porque tem a capacidade financeira para fazê-lo.

Por outro lado, a Oliver Wyman adverte que esta operação não é uma boa notícia para as empresas de bens de consumo, já que provavelmente crescerá a sua própria marca. No entanto, os líderes de marcas em muitas categorias são suscetíveis de continuar a prosperar e terão uma “oportunidade interessante” para o crescimento através do Amazon Dash. Não obstante, outras referências vão sofrer mais pressão e forçados a estratégias promocionais cada vez mais agressivas para capturar a atenção dos consumidores.

Publicidade

Portugueses valorizam a saúde no consumo alimentar

Recheio abre em Vila Nova de Gaia