in ,

Amazon desenha um megadrone para entregas mais pesadas

A Amazon está a criar um drone gigante que é composto por pequenos drones capazes de funcionar sozinhos.

O desenvolvimento de entregas com drones é uma prioridade para a Amazon, que realizou em 2016 melhorias significativas nesta área e espera-se que em 2017 dê um passo mais que diferencie a gigante online do resto dos retalhistas. O seu novo avanço foi patentear um drone gigante que permite cobrir distâncias mais longas que as atuais e também transportar cargas mais pesadas.

Segundo informa o Daily Mail, a empresa tem desenvolvido projetos para construir um megadrone robusto composto por drones menores que podem ser separados do corpo principal para operar de forma independente e ser capaz de fazer entregas de diferentes pedidos.

A descrição da patente explica que um drone gigante deste tipo seria capaz de transportar “virtualmente qualquer tamanho, peso ou quantidade de artigos“. Atualmente, a Amazon já está a trabalhar com drones que podem voar cerca de 30 minutos e transportar cargas de cerca de cinco quilogramass.

A Amazon já anunciou em dezembro que havia realizado na Inglaterra a sua primeira entrega através de um drone, que transportou a encomenda cerca de 700 metros em menos de 15 minutos. O sucesso do teste veio após outros sucessos meses atrás, porque desde o verão passado que a Amazon tem secretamente voado drones em áreas desabitadas.

Os testes também estão a ajudar a identificar que regras e regulamentos de segurança devem ser necessárias para que o retalho possa usar os drones. A Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido (CAA) está a trabalhar ativamente com a Amazon a este respeito para elaborar a futura legislação que assegure o bom funcionamento e a segurança desses drones não tripulados.

Publicidade

José Costa Faria é o novo diretor comercial e de marketing da GEFCO

Mars continua aposta no segmento “pet”