in

93% dos portugueses opta pelo turismo e gastronomia nacionais em 2021

O TheFork, presente em 22 mercados com mais de 80 mil restaurantes, analisou o comportamento e escolhas dos clientes portugueses relativamente às suas viagens em 2021. Entre outros aspetos, o estudo concluiu que 89% dos portugueses aproveitará para viajar este ano, com grande foco no turismo nacional, e com vontade de desfrutar da restauração, com 76% dos cidadãos a planear ir mais frequentemente aos restaurantes durante as suas férias do que no resto do ano.

Após vários meses de confinamento, os portugueses estão “mais desejosos do que nunca” de sair de casa. Excluindo o período de férias, 43% dos portugueses pensa frequentar restaurantes na cidade uma vez por semana.

Apesar das vídeochamadas terem sido a principal ferramenta de comunicação com o mundo neste último ano, chegou a hora de aproveitar para estar e partilhar momentos relaxantes com os ente queridos. Neste contexto, os portugueses decidiram desfrutar de uma semana (40%) ou duas (33%) de férias, com a quase totalidade a escolher estadias em formato exclusivo de férias e apenas 7% a optar por uma mistura de descanso e teletrabalho. O período de férias será passado, na sua maioria, com a família (57%), a dois (29%) ou com amigos (13%).

 

Apoiar a restauração

A vida dos portugueses vai, gradualmente, voltando ao normal, tal como milhares de restaurantes por todo o país. Os portugueses estão cientes disso e pretendem recorrer à restauração como forma de usufruírem do merecido descanso e de companhia.

Assim, 31,7% dos clientes portugueses planeia ir a restaurantes todos os dias, durante as suas férias, 30,5% deseja fazer entre uma a três reservas semanais em restaurantes e 27,5% pretende fazê-lo mais de três vezes por semana, com apenas 3,2% a optar por menos de uma reserva semanal.

Relativamente ao período pré-pandemia, 71% dos portugueses relata que o seu orçamento para as férias de 2021 se manteve estável, tal como para a ida a restaurantes (69%).

A escolha dos restaurantes será feita, na sua maioria, através de avaliações disponíveis online (66%). Os clientes portugueses preveem gastar no almoço e jantar em restaurantes entre 25 e 35 euros (35%) ou menos de 25 euros (30%), com um pequeno número a optar por valores entre 35 e 50 euros (18%) ou mais de 50 euros(17%).

Por último, com 77%, a maioria dos portugueses considera que as reservas são mais importantes do que no passado, devido à capacidade limitada dos restaurantes, sendo que 37% pretende reservar no dia anterior e 32% entre dois e três dias antes.

 

Destinos nacionais

A sociedade portuguesa está, este ano, muito consciente e alerta para a importância de viajar e consumir em território nacional, medida que se pode mostrar muito relevante na recuperação de alguns dos sectores mais atingidos pela pandemia. Assim, dos portugueses que viajarão neste verão, 93% optará pelo turismo nacional.

A riqueza cultural, histórica e gastronómica do país permite escolher entre centenas de destinos, muito diferentes entre si e com variadíssima oferta. Como tem acontecido nos verões anteriores, 75% dos portugueses escolheu destinos de praia, seguidos de zonas rurais (15%) e montanhas (7%). Considerando estes dados, mais de metade dos cidadãos rumará a sul do país este verão.

Quase metade dos portugueses (41,5%) decidiu apostar no Algarve para desfrutar do mar e do sol, enquanto apenas 11,2% optou pelo Alentejo, onde o calor é igualmente um fator decisivo. As restantes opções relativamente a regiões, por popularidade, são a Costa Vicentina (6,8%), os arquipélagos da Madeira (6,1%) e Açores (5,6%), o Gerês (3,3%) e as grandes cidades, como Porto (3%) e Lisboa (2,8%).

A pandemia teve um impacto muito extenso na vida pessoal e profissional dos cidadãos e, por este motivo, a quase totalidade dos portugueses optou pelo turismo relaxante (87%). No entanto, Portugal, apesar da sua relativamente pequena extensão, detém uma grande variedade e qualidade gastronómica, com excelentes produtos e propostas culinárias por todo o território nacional. Assim, uma generosa proporção dos portugueses sente-se incentivada a viajar pelo  país, com 41% das pessoas a considerar a gastronomia e este tipo de turismo para as suas férias.

Publicidade

Dachser

Dachser inicia construção de nova filial em Lisboa

Queijaria

Vale da Estrela é a primeira queijaria em Portugal com a mais exigente certificação alimentar