in

Coca-Cola European Partners cresce 4,5% no mercado ibérico

A filial da Coca-Cola European Partners (CCEP) responsável pelos mercados de Portugal, Espanha e Andorra concluiu o exercício de 2019 com as vendas a crescerem 4,5%, para os 2.784 milhões de euros.

Deste modo, a região ibérica mantém-se como a que mais contribui para as vendas totais da engarrafadora europeia da Coca-Cola, com 23% da faturação.

A CCEP destaca o sólido crescimento em volume, liderado pelas marcas Coca-Cola, Monster, Aquarius e Appletiser, num reflexo da melhora das tendências e pelas condições meteorológicas favoráveis. O lucro por unidade de caixa aumentou graças ao mix de preços e canais, especialmente no Horeca. A CCEP destaca o grande crescimento dos volumes em Portugal, impulsionado por uma sólida execução no canal de consumo.

Relativamente ao quarto trimestre, as vendas no mercado ibérico cresceram 4%, face ao homólogo de 2018, para os 624 milhões de euros.

Globalmente, a CCEP aumentou 4,5%, em 2019, para os 12.017 milhões de euros. O Norte da Europa, segundo maior mercado da engarrafadora, com 20,5% do negócio, cresceu 1,5%, para os 2.492 milhões de euros. A Alemanha, por seu turno, evoluiu 4%, para os 2.432 milhões de euros, o Reino Unido somou mais 6%, para os 2.412 milhões de euros, e a França (incluindo o Mónaco) aumentou 7%, para os 1.897 milhões de euros.

O lucro líquido da CCEP cresceu a dois dígitos (20%), para os 1.090 milhões de euros. Em termos comparáveis, o aumento foi de 5,8%. “Em 2019, a Coca-Cola European Partners registou mais sólido desempenho, demonstrando o nosso esforço continuado em impulsionar o crescimento sustentável das vendas através da gestão de preços e mix de produtos, de uma sólida execução no mercado e do impulso das inovações”, afirma Damian Gammell, CEO da CCEP. “Tendo o futuro em vista, em 2020, a nossa progressão vai continuar a apoiar-se em três pilares: ‘great people, great service, great beverages (boas pessoas, bom serviço, boas bebidas)”.

O gestor destaca a redução da pegada de carbono e do consumo de água, assim como a melhoria dos objetivos da CCEP em matéria de plástico reciclado (rPET). Nesse sentido, a Suécia será o primeiro mercado onde todas as embalagens serão 100% rPET.

Publicidade

Publicidade

Warren Buffet compra participação na maior cadeia de supermercados norte-americana

Europastry reforça a capacidade de produção de Dots