in

Wal-Mart testa “pickup point” de recolha 24 horas

A Wal-Mart encontra-se a desenvolver mais uma solução para a sua particular disputa para arrebatar quota de mercado no e-commerce à Amazon.Nesta ocasião, o gigante da distribuição norte-americano colocou em marcha um projeto-piloto para a recolha de compras alimentares realizadas no seu canal digital. Um quiosque totalmente automatizado, que funcionará as 24 horas do dia e que, neste momento, se encontra em funcionamento em Oklahoma City.

O funcionamento deste protótipo, que se apresenta como um pequeno armazém robotizado e com temperatura controlada, permitirá a recolha gratuita a quem realizar encomendas superiores a 30 dólares. Em causa está um código exclusivo para cada cliente, necessário de modo a poder receber a compra realizada.

Desde a chegada de Marc Lore à divisão de e-commerce de Walmart, que transitou da Jet.com aquando do processo de aquisição,  a obsessão do retalhista é tirar quota de mercado à Amazon, aproveitando, assim, a “expertise” de anos e anos de trabalho, assim como todo o potencial da sua estrutura.

Apesar do amplo desenvolvimento da compra de alimentação online nos Estados Unidos da América, este segmento apenas representa 4,3% das vendas totais a retalho de alimentação e bebidas, durante o ano passado, cifrando-se em 172,38 mil milhões de dólares segundo dados do FMI e da Nielsen. As mesmas fontes informam que, até 2025, este universo aumentará 25%.

Publicidade

SPAR Internacional contrata veterano do Lidl como novo responsável de compras

Sector hortofrutícola europeu com perdas de 2.000 milhões de euros graças ao veto russo