in

Vendas da Showroomprive crescem 2,6%

As vendas da Showroomprive, empresa francesa de vendas privadas pela Internet, faturou 672,2 milhões de euros, em 2018, 2,6% mais que no ano anterior.

Não obstante, a empresa registou um prejuízo líquido de 4,4 milhões de euros, o que, mesmo assim, traduz uma melhoria de 16,8% face aos resultados de 2017.

O EBITDA, por seu turno, situou-se nos 5,1 milhões de euros, menos 60,8%.

As vendas em França, o seu mercado doméstico, chegaram aos 546,2 milhões de euros, numa evolução positiva em 5,3%. No resto dos países, as vendas cresceram 1%, para os 112,3 milhões de euros. “2018 foi um ano crucial para a Showroomprive, já que, em linha com o plano estratégico lançado no primeiro semestre, decidimos reorientar claramente a nossa expansão em torno de duas áreas principais: um crescimento seletivo, centrando-nos numa maior eficiência operativa, e o reforço a longo prazo da nossa rentabilidade, com um maior controlo geral da nossa estrutura de custos e a melhoria significativa da nossa margem bruta”, assinalam os cofundadores e coCEOs da Showroomprive, Thierry Petit e David Daya.

Para 2019, o grupo reafirma a prioridade ao crescimento sustentável e rentável.

A Showroomprive encerrou o ano de 2018 com nove milhões de clientes, 13,6% mais que no ano anterior, que realizaram uma média de 4,3 encomendas por pessoa e um gasto médio de 176 euros, mais 3,6%. A encomenda média chegou aos 40,6 euros, mais 5,5%.15

Publicidade

As forças de mudança no sector dos transportes e logística

Portugal no segundo lugar da União Europeia nas atividades de inovação das empresas