in

Sears adia liquidação

Oferta de compra pelo seu presidente

Foto Shuttertock

A cadeia norte-americana de grandes armazéns Sears conseguiu um adiamento do seu processo de liquidação, após o seu presidente, Eddie Lampert, ter feito uma oferta para a sua aquisição, evitando o seu encerramento horas antes de terminar o prazo para a reestruturação da sua dívida.

De acordo com a CNBC, que cita fontes próximas da Sears, o fundo de investimento ELS Investments, propriedade de Eddie Lampert, apresentou uma proposta formal que deverá ser aceite ou recusada até esta sexta-feira, dia 4 de janeiro. Os detalhes da oferta não são conhecidos, mas, no caso de ser similar à de 4.600 milhões de dólares, cerca de 4.047 milhões de euros, feita no início de dezembro, deverá ser recusada pelos credores.

Recentemente, a Sears anunciou o encerramento de mais 80 lojas nos Estados Unidos da América, no âmbito do processo “para acelerar a sua transformação estratégica e facilitar a sua reestruturação financeira”. Estes espaços somam-se aos 142 anunciados em outubro e aos 40 em novembro, o que significa que a empresa acabará com mais de um terço das suas lojas no mercado norte-americano.

A cadeia de grandes armazéns, que emprega 68 mil pessoas, declarou insolvência em outubro, após sete anos a registar prejuízos que ascenderam a 11 mil milhões de dólares, cerca de 9.676,75 milhões de euros.

Publicidade

Google e Sephora aliam-se para oferecer tutoriais de beleza

Google e Sephora aliam-se para oferecer tutoriais de beleza

ASAE apreende 124 toneladas de azeitona de mesa