in

Reckitt Benckiser cresce 10%

A fabricante britânica Reckitt Benckiser fechou o ano de 2018 com um volume de negócios de 12.597 milhões de libras (14.375 milhões de euros), num aumento de 10% em relação ao ano anterior.

Porém, o lucro líquido do proprietário de marcas como Calgon, Vanish ou Veet caiu 65% nos últimos 12 meses, para 2.161 milhões de libras (2.465 milhões de euros), como resultado de desinvestimentos feitos em 2017. O lucro operacional ajustado totalizou 3.358 milhões de libras (3.832 milhões de euros), mais 8%.

Por áreas de negócio, os produtos de limpeza do lar faturaram 4.835 milhões de libras (5.517 milhões de euros), 1% menos que em 2017, enquanto a divisão de saúde aumentou em 18%, para 7.762 milhões de libras (8.857 milhões de euros).

Em relação ao quarto trimestre do ano, as vendas da Reckitt Benckiser atingiram 3.339 milhões de libras (3.810 milhões de euros) , 2% mais que no mesmo período de 2017. “2018 foi um ano de bom progresso financeiro, alcançado num ambiente de mudanças significativas dentro da empresa e condições de mercado difíceis“, reconheceuo CEO da empresa, Rakesh Kapoor, que lembra a integração de Mead Johnson para criar RB Health. “Olhando para o futuro, estamos bem posicionados para o crescimento sustentável de longo prazo, através do excelente portfólio de marcas em cada uma das nossas unidades de negócio mais focadas e ágeis“, acrescenta o gestor, que anunciou, no mês passado, a sua saída do grupo.

Para 2019, a empresa espera manter a dinâmica alcançada no ano passado e obter um aumento no lucro líquido comparável entre 3% e 4%.

Coca-Cola European Partners prepara-se para o Brexit

Nestlé traz KitKat Green Tea Matcha para Portugal