in

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo lança Mirabilis branco 2022

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo Mirabilis

O Mirabilis branco 2022 chega agora ao mercado com o irrevogável selo de qualidade da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo.

Entrar no mundo Mirabilis é transcender a territorialidade, é criar com energia e convicção um vinho irrepetível, que se perpetua no tempo. Uma promessa de descoberta”, defende Luísa Amorim, CEO da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo. “O tempo de espera em garrafa mostrou-se benfeitor, ao conceder ao vinho uma camada extra de complexidade e elegância, com destaque para a frescura, estrutura e acidez”, salienta.

À semelhança das edições anteriores, também o Mirabilis branco 2022 tem como berço as topografias mais altas do Douro, onde habitam uvas de vinhas velhas, algumas delas centenárias. É na altitude que a região vinhateira se transforma, com as temperaturas mais baixas a permitirem que as uvas brancas alcancem o ponto ideal de maturação. A fruta e a mineralidade expressam-se com clareza e transparência, características que se interligam com a textura firme e a estrutura linear que definem a espinha dorsal desta referência marcada ainda por uma profundidade ímpar.

Feito a partir de Viosinho e Gouveio, entre outras castas de raríssima produção, na génese do Mirabilis estão ainda solos de transição xisto/granito, localizados a uma altitude superior a 650 metros. Este vinho tem um estágio em madeira de segundo e terceiro ano, a não marcar e integrar lenta e harmoniosamente a fruta intensa. Uma enologia minimalista, defensora máxima da preservação desta viticultura de montanha, tão intemporal como Vale do Douro.

2022 foi um dos anos mais desafiantes no Douro. Não há dúvida de que a altitude e a mão humana fazem a diferença na decisão do ponto ótimo de maturação, apesar dos dias quentes e das noites frescas de agosto. As orvalhadas das manhãs das terras altas do Douro mantiveram os perfumes, os aromas frutados, a textura fina e a estrutura densa”, assegura a equipa de enologia da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, Jorge Alves e António Bastos.

Aromas finos e complexos, marcados pela fruta branca, por especiarias e ainda flores silvestres, juntam-se às notas minerais de pedra molhada de um vinho definido pela estrutura firme e pela textura granítica. Em boca, a acidez cintilante e o corpo pleno de tensão e energia completam uma narrativa maravilhosa, que se prolonga no tempo e na história.

 

Siga-nos no:

Google News logo

 

ASAE azeite

ASAE apreende 450 litros de azeite falsificado a ser comercializado nas redes sociais

Bolt Food

Bolt Food lança portal de registo para restaurantes e lojas independentes