in

Portugueses tencionam gastar 133 euros em atividades de lazer e eventos culturais

Foto Shutterstock

Nos últimos meses do ano, os portugueses tencionam despender um valor médio de 133 euros em atividades de lazer, como idas a restaurantes, cinema, museus, concertos e espetáculos de teatro, entre outras.

De acordo com o inquérito realizado pelo Observador Cetelem, este representa um crescimento de 5% face ao início do ano, pré-pandemia, quando as intenções eram de 127 euros.

Ainda assim, e apesar de uma expressiva maioria pretender fazer mais atividades de lazer nos próximos três meses (88%), 55% ainda não sabe quanto irá gastar. Já 28% tenciona gastar até 100 euros, enquanto 13% espera gastar entre 101 a 150 euros. 2% assume ser capaz de gastar mais de 300 euros nestas atividades.

Numa análise mais detalhada é possível perceber que aqueles que tencionam gastar mais são os inquiridos do sexo masculino (137 euros), os que têm entre 35 e os 44 anos de idade (142 euros) e os residentes na região Norte do país (143 euros).

 

Férias

Também quando questionados sobre se tencionam fazer férias nos próximos três meses, 6% responde afirmativamente. Portugal é o destino escolhido por 82% destes inquiridos, enquanto 7% pretende ir de férias para o estrangeiro, sendo os portugueses com idades compreendidas entre os 25 e os 44 anos os que demostram mais esta intenção (10% e 13%). Os portugueses que irão de férias neste período pretendem gastar em média 584 euros.

 

Comprar onde?

No que respeita os locais de compra de artigos de lazer, como livros, produtos e acessórios para jogos e equipamento ou roupa desportiva, as lojas físicas lideram quase sempre. 15% tenciona comprar livros e realizará a aquisição maioritariamente em lojas físicas (64%) e de forma híbrida, em lojas online e físicas (30%). Apenas 3% preferem fazer a compra apenas online. Os gastos médios para a compra de livros são de 94 euros.

13% dos portugueses tencionam ainda fazer a compra de equipamento desportivo, a maioria em lojas físicas (68%), enquanto 27% prefere combinar as lojas online com as físicas e apenas 5% prefere a compra só online. Os gastos médios para estes produtos são de 61 euros.

Finalmente, 1% pretende comprar produtos e acessórios para jogos, sendo o local preferido para a compra as lojas online (46%), com apenas 9% a preferir as lojas físicas. A combinação das duas hipóteses é também a escolha de 46% dos inquiridos. Os gastos médios para esta categoria são de 52 euros.

Publicidade

Vinhos do Alentejo

Vinhos do Alentejo crescem 7% no Brasil e apresentam programa sustentável

Sumos

Continente lança 4 novos sabores de sumos 100% fruta