in

Portos nacionais movimentam mais de 88 milhões de toneladas

Entre janeiro e novembro de 2017, os portos comerciais do continente atingiram o valor mais elevado de sempre, ao movimentar 88,8 milhões de toneladas de carga. Leixões e Aveiro registaram também a sua melhor marca, excedendo os seus máximos registados em 2015.

Nos 11 primeiros meses de 2017, foram movimentadas 88,8 milhões de toneladas de carga das várias tipologias. Este valor, que confirma a trajetória de crescimento homólogo a que se tem vindo a assistir desde 2010, excede em 3,9% o registado em igual período de 2016 e constitui o volume mais elevado de sempre.

Leixões e Aveiro são o reflexo desta marca, registando neste período valores que excedem, respetivamente, em 3,8% e 11,6% os máximos anteriores (verificados em 2015, em ambos os casos).

Para além destas marcas, importa ainda referir o significativo contributo para o desempenho homólogo global que os portos de Leixões e de Aveiro prestaram, com taxas de crescimento de 7,7% e de 18,3%, com quotas de 20,2% e 5,4%, respetivamente, a que corresponde um acréscimo conjunto superior a dois milhões de toneladas.

No entanto, o porto que mais contribuiu para o desempenho global do sistema portuário foi Lisboa, que. comparativamente ao período janeiro-novembro de 2016. registou um acréscimo superior a 2,1 milhões de toneladas, correspondente a mais 23,5%.

O porto de Sines, apesar de manter a sua posição de líder, com uma quota de 52,2% do volume de mercadorias movimentadas, registou entre janeiro-novembro de 2017 um recuo de 0,9% face ao volume homólogo movimentado em 2016, o correspondente a menos 406,4 mil toneladas. 

Publicidade

Pablo Bultó é o novo diretor da In-Store Media Portugal

Como as marcas usam as redes sociais?