in

Nestlé acelera ação para combater resíduos de plástico

A Nestlé divulgou a sua visão para alcançar um futuro livre de resíduos e anunciou um conjunto de ações específicas para cumprir o compromisso, anunciado em abril de 2018, de tornar 100% das suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025, com um foco particular em evitar resíduos plásticos.

A nossa ampla visão e o nosso plano de ação definem o nosso compromisso e a nossa abordagem específica para tratar da questão dos resíduos de embalagens de plásticoEmbora estejamos comprometidos em encontrar opções de reciclagem onde for viável, sabemos que 100% de reciclagem não é suficiente para enfrentar com sucesso a crise dos resíduos plásticos. Precisamos de desafiar os limites e de fazer mais. Estamos determinados a analisar todas as opções para resolver este complexo desafio e adotar várias soluções que podem ter um impacto no presente. Acreditamos no valor dos materiais recicláveis e compostáveis à base de papel e nos polímeros biodegradáveis, principalmente nos casos onde não existe uma infraestrutura de reciclagemUma ação coletiva é vital e é por isso que estamos também a envolver os consumidores, os parceiros de negócios e todos os nossos colegas da Nestlé para fazerem a sua parte. Podem contar connosco para sermos líderes neste espaço”, afirma o CEO da Nestlé, Mark Schneider.

Abordar a questão multifacetada da poluição por plástico requer uma visão holística e um esforço bem orquestrado. Para cumprir esse objetivo, são necessárias ações específicas. Em linha com esta abordagem, a Nestlé anunciou medidas concretas para o desenvolvimento pioneiro de materiais alternativos, para moldar um futuro livre de resíduos e impulsionar a mudança de comportamento.

Em dezembro de 2018, a empresa anunciou a criação do Nestlé Institute of Packaging Sciences para avaliar e desenvolver vários materiais de embalagem sustentáveis e colaborar com parceiros industriais no desenvolvimento de novos materiais e soluções de embalagem.

Entre 2020 e 2025, a Nestlé eliminará gradualmente todos os plásticos que não são recicláveis ou que são difíceis de reciclar em todos os seus produtos em todo o mundo, de acordo com uma lista de materiais já identificados, designada Lista Negativa. Simultaneamente, a Nestlé está a lançar também materiais de embalagem alternativos em todo o seu portfólio global de produtos e a estabelecer parcerias com os melhores especialistas em embalagens

Nestlé Portugal na linha da frente do compromisso

Em linha com os compromissos anunciados em abril de 2018, a Nestlé Portugal está na dianteira do processo de redução da utilização de plástico e a tomar medidas concretas. Já durante o mês de janeiro, todas as paletines (para mexer o café) que apoiam, nos pontos de vendas, as cinco marcas de café torrado da Nestlé – Buondi, Sical, Tofa, Christina e Nescafé – deixarão de ser em plástico e passarão a ser em madeira. Ainda no negócio de café, está a ser estudada a substituição dos copos de plástico disponibilizados nas máquinas de vending por copos recicláveis, em papel cobertos por material mineral.

No que respeita aos materiais de embalagens, estão já em fase de ensaios, na fábrica de Avanca (multiproduto), bolsas 100% recicláveis para embalamento de produtos da gama de nutrição infantil e novos materiais de embalagens para o Nesquik achocolatado. Também na fábrica de Avanca o filme retrátil (para envolvimento de packs de várias embalagens) será substituído progressivamente por cartão até ao final do ano. Na fábrica de cafés torrados do Porto vão ser testadas até finais de março duas novas estruturas 100% recicláveis para embalagens de café, em grão e moído, para o lar.

Alinhado com a iniciativa global, os colaboradores da Nestlé Portugal vão realizar ações de recolha de plástico em algumas praias portuguesas, como forma de assinalar o Dia Mundial dos Oceanos, celebrado a 8 de junho.

Publicidade

Lidl Portugal promove Mega Stock-Off

Jungheinrich Portugal planta 200 árvores e promove a redução do CO2