in

Mobile é o canal bancário que mais cresce

Os dados mensais do estudo Basef Banca da Marktest mostram que o mobile é o canal bancário que mais cresce em Portugal, com mais 7,3 pontos percentuais do que há 12 meses e mais 16,7 pontos percentuais do que há 24 meses, de acordo com os dados de junho.

Pelo contrário, a ida ao balcão é o canal que mais baixa no período em análise (menos 3,9 pontos do que em junho de 2019 e menos 4,9 pontos do que em junho de 2018).

Esta tendência será já, seguramente, um reflexo dos novos tempos marcados pela pandemia de Covid-19, que obriga a um maior recolhimento domiciliário e, no início, a um quase completo “lockdown” social.

O gráfico apresenta os resultados para os três principais canais de contacto que os portugueses utilizam: caixas Multibanco (84% em junho), balcão do banco (63,5%) e canais digitais, que incluem Internet Banking e Mobile Banking (58%).

placeholder

Considerando o conjunto de canais digitais (Internet e mobile banking), no primeiro semestre do ano, foram usados por quatro milhões e 624 mil portugueses, o que corresponde a 57,8% dos portugueses bancarizados que identificam o banco onde têm conta, com os homens, os indivíduos mais jovens e os das classes sociais mais elevadas a apresentarem maior afinidade com estes canais.

Publicidade

Consumo pós-Covid

Mudanças no consumo que vão manter-se no pós-Covid

Moët & Chandon

Moët & Chandon apresenta edição limitada festiva Tie your wish