in ,

Metade dos compradores online abandona a compra se não encontrar o tipo de entrega pretendido

Retalhistas e marcas têm de estar cada vez mais atentos ao papel estratégico das entregas no comércio eletrónico, alerta um novo estudo da MetaPack, que apurou que metade dos “shoppers” abandonará o cesto de compras online se as opções de entrega não os satisfizerem. Além disso, 60% comprará num determinado retalhista online em detrimento de outro se aquele oferecer opções de entrega mais práticas.

Intitulado “A Entrega a Consumidores no Comércio Eletrónico para 2017”, o estudo demonstra claramente que, quando se trata de conquistar e reter clientes no e-commerce, a entrega é fundamental. 54% dos inquiridos indicam que a entrega define a quem comprarão sempre, 39% não voltará a comprar mais a um retalhista online após uma experiência negativa com a entrega dos produtos, 43% já utilizou as redes sociais para expressar o seu descontentamento quanto a uma entrega insatisfatória e, na faixa etária entre os 18 e os 26 anos, esta percentagem eleva-se para 48%. O estudo mostra ainda que 54% valoriza sites de comércio eletrónico que ofereçam entregas numa hora nas áreas metropolitanas.

O trabalho apurou ainda que os consumidores têm expectativas cada vez mais elevadas da experiência online e que a proposta de “testar antes de comprar” enquadra-se bem nas exigências de maior comodidade e facilidade de compra. 57% estaria disposto ou muito disposto a utilizar um serviço deste género, percentagem que se eleva para 59% entre os Millennials, mas que também não é negligenciável nos consumidores com mais de 50 anos (47%).

Os consumidores indicam ainda que compram mais a retalhistas que ofereçam programas de fidelização da entrega e quase um terço está disposto a pagar uma quota anual para ter benefícios premium que eliminem a necessidade de incluir ou preocupar-se com os custos da entrega das suas compras.

Publicidade

China reduz tarifas de importação

Schwarzkopf lança champô e o condicionador Nature Moments