in

Mercadona avança com substituição total de sacos de plástico

A Mercadona finalizará em abril a substituição definitiva, em todas as suas lojas, dos atuais sacos de plástico por outros de papel, ráfia e sacos reutilizáveis e recicláveis, que, além disso, são fabricados com três mil toneladas de plástico procedente de embalagens recuperadas nas suas lojas.

O objetivo é implementar esta medida, que começou, em 2018, em 66 lojas localizadas em Valência, Biscaia, Barcelona, Cantábria, Ilhas Baleares, Ceuta e Melilha, no resto da cadeia, de forma progressiva. A expansão começará durante o mês de fevereiro, na Catalunha, Madrid e Navarra, e expandir-se-á até chegar às mais de 1.600 lojas em Espanha, em meados de abril.

Além disso, a empresa instalou uma nova peça de mobiliário para os sacos plásticos utilizados pelos clientes nas secções de frescos, equipada com um novo sistema que os dispensa de forma a reduzir o desperdício de plástico. O mecanismo de reposição é mais fácil e mais intuitivo do que o anterior, facilitando esta tarefa para o trabalhador da secção. Espera-se que estes sacos sejam substituídos por outros de material compostável antes de 2021. Enquanto isso, com o compromisso de reduzir o consumo de plástico, a área pré-cortada foi eliminada para reduzir a quantidade de plástico restante no suporte e que era descartado.

Saco plástico reciclado

Desta forma, a Mercadona reforça o seu compromisso com a sustentabilidade, que a levou, em 2011, a ser a primeira empresa do sector em Espanha a apresentar iniciativas para reduzir o uso de sacos plásticos descartáveis e, um ano antes, em 2010, a tornar-se pioneira na reciclagem de plástico com projetos como o que foi abordado em conjunto com a SPBerner, para incorporar uma nova linha de produtos de drogaria (baldes, bacias, paus de vassoura e esfregonas) fabricada com o plástico recuperado das estufas.

Publicidade

Publicidade

Mondelez renova a imagem de Milka

Marcas de fabricante superam as marcas de distribuição em 2018