in

Mercado de proteínas alternativas vai crescer nos próximos cinco anos

Um relatório preparado por Rabobank mostra como a produção de proteínas alternativas pode tornar-se um novo nicho de mercado para empresas tradicionalmente dedicadas à produção de carne e produtos à base de carne. Para isso, a Rabobank dá o exemplo da Tyson Foods, que há um ano comprou uma participação de 5% na Beyond Meat.

Para a empresa de estudos agroalimentares, este segmento produtivo pode atingir um crescimento significativo nos próximos cinco anos já com substitutos de carne, proteínas à base de insetos ou carne produzida em laboratórios.

De acordo com Justin Sherrard, um dos analistas desta empresa, “as proteínas alternativas têm potencial crescente para aproveitar i aumento da procura na União Europeia e ganham mais quota de mercado noutros países, como os Estados Unidos da América e o Canadá“.

Para Justin Sherrard, se as empresas não aproveitarem as oportunidades no mercado das proteínas alternativas, essas oportunidades tornar-se-ão ameaças à medida que outras empresas de alimentos e agronegócios entram no mercado.

A quota de mercado atual para as proteínas alternativas é, como esperado, consideravelmente menor do que a do sector de proteína animal. Mas as taxas de crescimento de produtos proteicos alternativos são significativas e o aumento da procura pode representar um terço da demanda total de proteínas na União Europeia dentro de cinco anos, diz Rabobank.

Publicidade

El Corte Inglés está a contratar 600 profissionais para a época de Natal

Sagres patrocina NOS Alive