in

Lucros da Metro crescem 87%

O grupo alemão Metro confirmou as suas previsões de faturação para o primeiro trimestre do exercício 2017/2018. Além disso, contabilizou um lucro líquido de 232 milhões de euros neste trimestre, o que representa um aumento de 87%.

No primeiro trimestre do exercício 2017/2018 alcançámos um resultado positivo em vendas e EBITDA, excluindo os ganhos das transações imobiliárias, apesar de contar com menos dias de vendas que no ano anterior”, nota Olaf Koch, presidente da Metro. “Além disso, as receitas da Metro Wholesale foram afetadas, em particular, pela diminuição das vendas na Rússia e pelos efeitos negativos das divisas”.

O retalhista indica que alcançou os objetivos do primeiro trimestre e confirmas a previsões para o conjunto do ano fiscal. Neste sentido, as vendas no primeiro trimestre alcançaram os 10,1 mil milhões de euros, num crescimento de 0,8% numa base comparável. Na Rússia, as vendas comparáveis perderam 8,9%. Em contrapartida, em todas as outras regiões houve crescimentos, incluindo no mercado doméstico, o alemão, onde a Metro evoluiu 2%.

Apesar do fraco desempenho do mercado russo, o EBITDA totalizou os 608 milhões de euros. A subida nos lucros ficou a dever-se à ausência dos custos de reestruturação na operação Real.

Publicidade

Ludovic Aujogue é o novo diretor de Nutrição Infantil da Nestlé Portugal

Onda de despedimentos na Amazon