in

L’Oréal aposta na inovação sustentável

A L’Oréal publicou o Relatório de Progresso 2017 sobre seu programa de sustentabilidade Sharing Beauty With All (SBWA), que mostra um progresso significativo, tanto em inovação sustentável como no compromisso da empresa em combater as mudanças climáticas.

Em 2017, mostrámos mais uma vez que o sucesso económico e o desempenho ambiental andam de mãos dadas”, afirma Alexandra Palt, diretora de Responsabilidade Corporativa do grupo. “Queremos mostrar que o crescimento responsável não é apenas possível, mas necessário, e que a sustentabilidade molda um futuro desejável para todos”.

Em 2017, a L’Oréal implementou a sua ferramenta de otimização de produtos sustentáveis (SPOT) em todas as suas marcas. SPOT é a primeira ferramenta do género na indústria da beleza. Desde 2014, as equipas da L’Oréal, com o apoio de especialistas internacionais, trabalham para desenvolver uma metodologia para medir todos os impactos ambientais e sociais de um produto cosmético e identificar caminhos para melhorias.

O SPOT também é fundamental para alcançar o objetivo da L’Oréal de melhorar o perfil social ou ambiental de 100% dos novos produtos até 2020. O SPOT foi usado para avaliar 100% dos produtos novos ou renovados, em 2017, e 76% dos produtos lançados em 2017 foram melhorados.

Em 2017, a L’Oréal reduziu em 73% as emissões de carbono das suas fábricas e dos seus centros de distribuição em termos absolutos, em comparação com 2005, enquanto aumentou o seu volume de produção em 33% no mesmo período. Além disso, até o final de 2017, 24 das unidades industriais do grupo alcançaram a neutralidade de carbono.

Este resultado foi reconhecido pelo CDP. Em 2017, pelo segundo ano consecutivo, a L’Oréal foi uma de duas empresas no mundo, e a única empresa francesa, entre as mais de 3.000 empresas avaliadas, a receber três ‘As’, a melhor pontuação possível, nos ratings do CDP em três grandes questões: combater as alterações climáticas, gerir a escassez de água e reduzir a desflorestação.

O desempenho da L’Oréal também foi destacado pela publicação norte-americana Newsweek. A L’Oréal liderou o Ranking Verde 2017, com uma pontuação de 89,9%, a melhor pontuação entre as 500 empresas globais.

No âmbito da iniciativa Science Based Targets, a L’Oréal assumiu novos compromissos para 2030 para combater a mudança climática e reduzir a sua pegada de carbono. A meta da L’Oréal é reduzir em 25% em termos absolutos, em relação a 2016, todas as suas emissões de gases de efeito estufa, ou seja, aquelas emitidas diretamente pela L’Oréal, bem como aquelas geradas indiretamente, por exemplo, através das atividades dos seus fornecedores ou através do uso dos seus produtos pelos consumidores.

Em 2016, a L’Oréal Portugal tornou-se signatária do UN Global Compact Network Portugal, uma rede portuguesa das empresas subscritoras dos 10 princípios United Nations Global Compact, cujas preocupações assentam nas áreas dos direitos humanos, práticas globais, proteção ambiental e anticorrupção. Este compromisso é visível em projetos tão diversos como os programas de responsabilidade social e ambiental implementados pela empresa.

Por exemplo, no ambiental, apresenta um edifício mais sustentável: eficiência energética, sensores de água e luz, pontos de reciclagem em todos os pisos, eliminação de copos de plástico (menos 160.000 copos anuais), distribuição de garrafas SBWA; retirada dos toalhetes dos tabuleiros na cafetaria (menos 3.000 unidades/ mês); reciclagem de cápsulas de café e consumo de água da rede, substituição de palhinhas de plásticos por papel (menos 6.000 anuais) e lavagem ecológica de viaturas da sede. Assim como a doação de embalagens de cosmética vazias dos colaboradores para uma cooperativa de artistas plásticos e a redução ou destruição de produtos (doações, venda a colaboradores, oferta caixa colaboradores).

Publicidade

O negócio das caixas

Vinhos do Tejo em destaque na Wine Enthusiast com 90 pontos e selo de Best Buy