in

Lidl ultrapassa pela primeira vez a fasquia dos 100 mil milhões de euros

O Lidl fechou o seu exercício de 2021 com um volume de negócios de 100.800 milhões de euros, ultrapassando, pela primeira vez na sua história, 100 mil milhões de euros.

Assim o confirma a sua empresa-mãe, o Grupo Schwarz, que destaca a evolução da cadeia de discount, cujas vendas cresceram 4,7%, no último ano.

No caso da Kaufland, a outra marca de retalho do Grupo Schwarz, o volume de negócios foi de 27,3 mil milhões de euros, mais 7,4% do que no ano anterior. “Com mais de 13.300 lojas, as divisões de retalho Lidl e Kaufland demonstraram o seu elevado desempenho e agilidade, mesmo em tempos difíceis”, refere a empresa-mãe, que esclarece que as vendas online atingiram os 1.700 milhões de euros.

 

Grupo Schwarz

No total, o Grupo Schwarz, que emprega cerca de 550 mil trabalhadores em todo o mundo, teve um volume de negócios de 133,6 mil milhões de euros, num aumento de 6,6% face ao ano anterior.

A sua divisão ambiental PreZero também cresceu, no último ano, de 700 milhões para 2.100 milhões de euros, graças à aquisição de ações na Suez e Ferrovial.

Os investimentos ativos fixos para o negócio principal ascenderam a cerca de oito mil milhões de euros, tendo-se dedicado sobretudo à expansão, modernização das lojas e à digitalização“, salienta o grupo.

Publicidade

Acquisizione-Tiendeo

ShopFully compra a Tiendeo

Yoyoso

Yoyoso abre a primeira loja na cidade de Lisboa