Johnson & Johnson vai deixar de vender pó de talco

Foto Shiva Photo/Shutterstock

A Johnson & Johnson (J&J) vai deixar de vender pó de talco, a nível global, em 2023, disse a empresa, mais de dois anos depois de ter encerrado as vendas dos Estados Unidos da América.

Como parte de uma avaliação de portfólio mundial, tomámos a decisão comercial de transitar para um portfólio de pó de bebé à base de milho“, indicou, acrescentando que este já é vendido em países de todo o mundo.

 

Processos legais

Em 2020, a J&J anunciou que deixaria de vender o seu pó de talco nos Estados Unidos e no Canadá, porque a procura tinha caído na sequência do que chamou de “desinformação” sobre a segurança do produto no meio de uma série de desafios legais. A empresa enfrenta cerca de 38 mil processos judiciais de consumidores e seus sobreviventes, alegando que os produtos de talco causaram cancro devido à contaminação com amianto, um conhecido cancerígeno. A J&J nega as alegações, dizendo que décadas de testes científicos e aprovações regulamentares mostraram que o seu talco é seguro e livre de amianto.

Cibercrime

Mais de metade dos fabricantes espera aumento dos ciberataques nos próximos 12 meses

Alibaba

Vendas do Alibaba não crescem pela primeira vez