in

Grupo Metro inicia nova fase de investimentos

Após anos de ajustes, o Grupo Metro atravessa agora um momento de solidez e prosperidade, reconheceu Olaf Koch, presidente do Conselho de Administração do grupo retalhista alemão numa entrevista ao Bloomberg. “Os últimos dois anos foram tudo menos divertidos. A parte divertida começa agora”.

O dono da Makro e da “holding” que detém a Media Markt registou resultados sólidos e o aumento dos dividendos com a valorização, em 5,6%, das suas ações em 2015. Os 1.750 milhões de euros obtidos com a venda da cadeia de “department stores” Galeria Kaufhof vão ser destinados à diminuição da dívida e investidos nas atividades de comércio eletrónico e na remodelação das lojas físicas, de modo a torná-las mais atrativas para os consumidores.

Nos planos do Grupo Metro estão também aquisições, prevendo-se, em breve, o anúncio de uma iniciativa para explorar investimentos em “start-ups”, de modo a aproximar-se dos restaurantes e hotéis e outras lojas de alimentação que sejam clientes das lojas grossistas do grupo de retalho alemão. Na aposta do Grupo Metro estão, assim, as novas tecnologias. Olaf Koch estima que a divisão de “cash & carry”, que é responsável por metade dos 59 mil milhões de euros faturados pelo grupo, possa ganhar novos clientes através das possibilidades oferecidas pela Internet. “Nos velhos tempos do retalho, controlávamos a cadeia em termos de dados e informação. Hoje esse sistema deu a volta”, afirmou, aludindo à capacidade dos clientes compararem preços através dos seus dispositivos móveis.

Publicidade

Jungheinrich equipa centro de distribuição da IKEA Rússia

Renova apresenta gama Renova Tex