in

Garland Logística expande-se para o centro do país

Presente em Aveiro desde 2007, o Grupo Garland desenvolvia apenas atividade transitária nesta capital de distrito, possuindo então um pequeno armazém com 700 metros quadrados. No entanto, o elevado número de solicitações que tem vindo a receber por parte do seus clientes que, não tendo presença logística no centro do país, procuram expandir as suas operações à região, conduziu a empresa a abrir um centro logístico para servir esta zona.

Com 14 mil metros quadrados, capacidade para 21 mil paletes e 15 cais desnivelados, as novas instalações da Garland em Aveiro, junto à zona industrial e à A25, começam já a ser pequenas e a empresa está a estudar a possibilidade de as alargar em 10 mil metros quadrados, tendo adquirido os terrenos anexos para o efeito. “Esta plataforma é de extrema importância estratégica para as operações da Garland já que, além de se encontrar próxima das principais zonas industriais da zona Centro do país, o que permite entregas e recolhas mais rápidas para importadores e exportadores, funciona como um interface entre os nossos centros logísticos da Maia e de Cascais“, aponta Ricardo Sousa Costa. O administrador responsável pela Logística do Grupo Garland, acrescenta ainda que  “para o tecido empresarial desta região, a presença forte de um operador logístico como a Garland permite que as empresas locais possam dispor de outro tipo de capacidade de resposta a necessidades de crescimento e de melhores níveis de serviço, aumentando, assim, a sua competitividade num mercado já por si extremamente dinâmico”.

O Grupo Garland, que, com 243 anos, é uma das cinco empresas mais antigas em Portugal, aumenta, assim, em 20 vezes a sua representação em Aveiro. “Consideramos este um concelho com um elevado potencial de crescimento económico, já que possui um tecido empresarial com elevado grau de modernização, apoiado por importantes infraestruturas, como o porto marítimo ou a excelente rede viária, essenciais ao desenvolvimento da região”.

Atualmente, a Garland Logística movimenta anualmente neste centro cerca de 100 mil paletes por ano, o equivalente a três mil camiões expedidos e recebidos anualmente, de componentes e artigos de desporto, assim como produtos para construção e químicos não perigosos. Com o centro logístico já totalmente ocupado, a empresa estuda a expansão das instalações, sendo que, com esta nova infraestrutura, o volume de negócios do grupo em Aveiro aumentou 1,5 milhões de euros.

Antigas instalações de uma outra empresa logística, o Centro Logístico de Aveiro foi intervencionado, dispondo de portaria e segurança 24/7, sistema de deteção e combate de incêndios, sistemas de controlo de intrusão e acesso, vigilância CCTV e armazenagem em racks.

Valor das marcas da Geração Z cresceu 21% no ano passado

União Europeia avança no livre comércio