in

Gardena lança novas máquinas corta relvas helicoidal

Dentro da gama de corta relvas da Gardena há uma família que adapta-se aos terrenos cada vez mais pequenos, todos os produtos respeitam o meio ambiente (não produzem ruído nem são contaminantes) e estão sempre prontos a serem usados, uma vez que não precisam nem de gasolina nem de eletricidade.

Os consumidores que querem adquirir uma máquina de cortar relva manual helicoidal procuram uma qualidade de corte excecional e um acabamento perfeito, já que este tipo de corta relvas garante um corte igual ao das tesouras.

As máquinas de cortar relva manual helicoidal da Gardena estão equipadas com um sistema de corte sem contacto (o cilindro de corte e a lâmina inferior não se tocam), o que permite um funcionamento extremamente silencioso; condução fácil e um corte de relva preciso. O seu punho ergonómico permite um maior conforto na utilização e multiplica a força ao empurrar o corta relvas. A sua pega amovível permite um fácil transporte e que seja guardado em espaços pequenos. O ajuste central de altura de corte, com indicadores numéricos, é muito fácil de regular. Além disso, as suas rodas com perfil especial reforçam a aderência ao solo e facilitam a utilização, especialmente se este for inclinado.

Em 2015, a Gardena simplificou a sua gama de máquinas corta relvas manuais helicoidais, que é agora composta por quatro modelos: os já existentes 380EC (elétrico) e 380Li (com bateria ion-litio) e as novidades 400 Classic e o 400 Comfort de utilização manual. Além das características comuns em toda a linha, ambos oferecem uma largura de corte de 40 centímeros e um ajuste da altura de corte entre 13 a 40 milímetros. O corta relvas helicoidal 400 Comfort apresenta, ainda, um punho Grip, para uma melhor utilização, e saco coletor, para que os resíduos da relva não sejam projetados para os pés do utilizador.

Publicidade

Panrico comprada por 190 milhões de euros

Intermarché e Água Serra da Estrela entregam equipamentos aos Bombeiros de Algés, Gouveia e Pombal