in

Fujitsu vai fundir o seu negócio de PC com a Lenovo

A Fujitsu concordou em fundir o seu negócio de PC, que se encontra em dificuldades, com a Lenovo, dando ao gigante chinês de computadores uma participação maioritária.

A empresa, com sede em Tóquio, no Japão, condirmou que “decidiu assinar formalmente um acordo” com a Lenovo e o Banco de Desenvolvimento do Japão (DBJ) numa “parceria estratégica” para desenvolver e vender PC’s. A Lenovo deterá 51% das ações da subsidiária da Fujitsu, enquanto o DBJ terá 5%, informou a tecnológica japonesa em comunicado.

O acordo deverá permitir que a Fujitsu coloque mais recursos nas suas lucrativas operações de serviços de TI, ao mesmo tempo que avança com um extenso programa de reestruturação, que contemplará 3.200 cortes de empregos.

A decisão acontece depois de a Fujitsu ter indicado, no mês passado, que estava a conversar com a Lenovo sobre um acordo potencial, o que impulsionou as ações da Fujitsu em 7,8%. Após o anúncio, no entanto, os títulos foram negociados abaixo de 2,44% em 874,1 ienes (6,6 euros).

A empresa estava em negociações com a Toshiba e a Vaio para fundir os seus negócios de computadores pessoais, mas essas negociações não resultaram num acordo.

Publicidade

Fabricante da cerveja Corona quer comercializar bebidas com canábis

Metro sob investigação por “insider trading”