in

Dyson anuncia plano de investimento de 3,07 mil milhões de euros para novas tecnologias

A Dyson irá duplicar o seu portfólio de produtos e entrar em áreas inteiramente novas, até 2025.

Para viabilizar esses planos, a empresa britânica anunciou um novo plano de investimento de 2,75 mil milhões de libras (3,07 mil milhões de euros) em novas tecnologias e novos produtos nos próximos cinco anos. Os investimentos irão concentrar-se em Singapura, no Reino Unido e nas Filipinas e são suportados por planos de contratação de engenheiros e cientistas em áreas como software, machine learning e robótica.

A Dyson vai apostar ainda mais em investigação nas áreas da robótica, tecnologia de motores de próxima geração, produtos inteligentes, machine learning, conectividade e ciência de materiais. O foco principal é a comercialização da tecnologia de bateria de estado sólido, uma patente Dyson, que está em desenvolvimento nos Estados Unidos da América, Reino Unido, Japão e Singapura. Esta tecnologia promete um armazenamento de energia mais seguro, limpo, duradouro e eficiente do que das baterias existentes. “Continuamos a expandir as nossas operações em Singapura, Reino Unido e sudeste asiático, como uma etapa vital do nosso desenvolvimento. Agora, é a hora de investir em novas tecnologias, como armazenamento de energia, robótica e software, que irão impulsionar o desempenho e a sustentabilidade dos nossos produtos para o benefício dos clientes da Dyson. Expandiremos as nossas categorias de produto existentes, bem como entraremos em campos inteiramente novos para a Dyson, nos próximos cinco anos. Isso iniciará um novo capítulo no desenvolvimento da Dyson”, afirma Roland Krueger, CEO da empresa.

 

Novos investimentos

Os novos investimentos abrangem o Reino Unido, Singapura e Filipinas. Em Singapura, a Dyson está a desenvolver planos para abrir o seu novo complexo principal na histórica St James Power Station. Isso será acompanhado de uma expansão das suas instalações de pesquisa e desenvolbimento e laboratórios de investigação, cobrindo um número crescente de áreas, incluindo machine learning e robótica.

A Dyson também estabelecerá um novo programa de investigação na Universidade em Singapura, para impulsionar o desenvolvimento de produtos, com base nos seus programas globais existentes. Além disso, está a planear um novo centro de manufatura avançado, onde poderá reunir as suas várias instalações e impulsionar a inovação técnica nesta área.

Já nas Filipinas, a Dyson irá criar um novo hub dedicado ao software, em Alabang, baseado nas instalações de manufatura já existentes no país. Daqui, já são produzidos 13 milhões de motores digitais Dyson por ano e conta com 600 trabalhadores. O novo laboratório de software reflete o aprofundamento dos investimentos globais da Dyson em software e irá acelerar o desenvolvimento de novas máquinas que apresentem melhor desempenho e resolvam problemas de forma inteligente.

Finalmente, no Reino Unido, a Dyson está a aprofundar o seu compromisso com a pesquisa robótica avançada e inteligência artificial no seu campus de Hullavington. O investimento destaca o papel importante deste campus para inovar em novas tecnologias e novos produtos. Novos investimentos nos campus do Reino Unido, que já empregam mais de quatro mil pessoas, levarão a novas pesquisas em áreas de estudo que incluem produtos pensados para a sustentabilidade e bem-estar dos ambientes interiores.

Publicidade

Fidelização

Consumidores apostam nas marcas que respondem às necessidades mais urgentes

Makro

Makro estabelece parceria com 360hyper.pt