in

Discount irá representar 43% do crescimento do retalho europeu

Foto Ralf Liebhold/Shutterstock

Uma nova pesquisa da IGD mostra que o canal de discount irá representar 43% do crescimento do retalho europeu, contribuindo com 34 mil milhões de euros, entre 2020 e 2022.

O discount é o segundo canal que mais cresce na Europa e, apesar de ter consistentemente ganho quota de mercado, nos últimos anos, vai continuar a sua trajetória ascendente no rescaldo da Covid-19 e do foco acrescido por parte dos consumidores na relação qualidade/preço.

 

Lidl

Com vendas no valor de 94,1 mil milhões de euros, em 2020, 11.428 lojas e uma taxa de crescimento de 7,7%, o Lidl é já o maior retalhista europeu. As previsões da IGD são de que, em 2022, gere 15 mil milhões de euros de vendas adicionais.

Maxime Delacour, que lidera a unidade de pesquisa sobre o canal de discount na IGD, nota que o Lidl está particularmente focado nas suas operações em França, na Alemanha, na Polónia, no Reino Unido, em Itália, em Espanha e na Roménia, estando a planear a abertura de mais lojas em zonas urbanas. No seu entender, a app Lidl Plus deverá oferecer novas oportunidades e mecânicas de marketing.

 

Aldi Süd

Em segundo lugar, a nível europeu, o Aldi Süd, com vendas de 41,4 mil milhões de euros, deverá crescer a um ritmo de 6,2% até 2022.

O retalhista experimentou uma desaceleração do seu crescimento na Alemanha, devido ao aumento da concorrência dos supermercados. Mas os planos para abrir mais lojas no Reino Unido em Itália deverá contribuir para grande parte do crescimento do grupo ao longo dos próximos dois anos.

O desenvolvimento da operação de e-commerce está também a acelerar, liderado pelo Reino Unido e pelos Estados Unidos

 

X5 Retail Group

Com 16.695 lojas e vendas no valor de 20,6 mil milhões de dólares, em 2020, o X5 Retail Group irá manter os seus planos de forte expansão nos próximos anos. Para ser bem-sucedido, alerta Maxime Delacour, deverá assegurar-se que a sua cadeia de abastecimento está preparada para sustentar as perspetivas de crescimento.

 

Aldi Nord

Com 4.779 lojas e um crescimento de 8,7%, o desempenho do Aldi Nord vai ser dinamizado pela aquisição do Leader Price em França, mitigando as suas dificuldades em alguns mercados, incluindo a Dinamarca, a Holanda e a Bélgica.

Contudo, a fusão das operações de sourcing com o Aldi Süd na Alemanha deverá melhorar a eficiência e perceção de preço e colocar o Aldi Nord numa trajetória de crescimento sustentado.

 

Mercadona

Até 2022, as vendas da cadeia líder em Espanha deverão atingir os 27,6 mil milhões de euros. Embora não seja um operador de discount, a IGD menciona a Mercadona pela sua proposta de valor e foco na qualidade.

 

Biedronka

Com vendas de 14 mil milhões de euros em 2020 e um crescimento de 9,9% até 2022, a Biedronka vai focar metade das suas 100 novas lojas previstas para 2021 num novo formato mais pequeno, focado na conveniência. Como tal, a sua gama deverá evoluir para acomodar outras necessidades e também o online, uma área de particular interesse.

 

Netto Marken-Discount

Com um crescimento de 3,2%, as vendas do Netto Marken-Discount deverão atingir os 15 mil milhões de euros, em 2022. O retalhista tem estado focado na atualização da sua rede de lojas, para melhorar a sua perceção de qualidade junto do shopper.

 

Penny

As vendas da Penny deverão atingir os 14,1 mil milhões de euros, em 2022. O retalhista continua a evoluir o seu negócio para um modelo mais semelhante ao de um supermercado, através da ampliação do sortido e da melhoria das suas lojas. A Penny lançou a sua operação online em Itália e está a equacionar a sua expansão a outros mercados.

 

BIM

Cerca de 66% das vendas da BIM, num total de 7,2 mil milhões de euros, teve origem na marca própria, que o retalhista está a considerar alargar a mais categorias. A BIM continua a abrir cerca de 500 novas lojas ao ano.

 

Action

A IGD prevê que a Action irá gerar vendas no valor de 7,7 mil milhões de euros, em 2022, num crescimento de 16%, que a torna no operador de discount que mais crescerá na Europa. No final do período analisado, a Action deverá ter ais 320 lojas.

Embora o canal de discount possa estar a desacelerar em alguns mercados maduros, como a Alemanha e a Holanda, outros países, incluindo a Turquia, a Rússia e a Polónia deverão evoluir a dois dígitos.

Publicidade

Lagunitas IPA Daytime

Lagunitas Session IPA chega a Portugal

DS Smith

DS Smith investe 116 milhões de euros em I&D