in

DIA reduz em 18% número de colaboradores afetados por despedimento coletivo

O Grupo DIA aceitou que 304 colaboradores de 29 lojas e 72 dos armazéns não sejam afetados pelo despedimento coletivo que tem em curso em Espanha, reduzindo para 1.688, menos 18% dos 2.064 inicialmente previstos.

A informação é avançada pelos sindicatos Fetico e UFT FeSMC, para quem as horas extraordinárias devem ser convertidas em postos de trabalho. Os sindicatos solicitam ainda um plano de pré-reformas para os trabalhadores que cumpram determinados requisitos de idade.

Apesar desta cedência nas negociações, os sindicatos continuam a considerar “desproporcionado” o número de trabalhadores afetados pelo despedimento coletivo e prometem continuar a lutar para que se reduza ainda mais na reunião que manterão com a administração do grupo esta terça-feira, dia 12 de março. Para a mesa, levarão outras propostas e medidas que contribuam para minimizar o impacto inicial, como saídas voluntárias, permutas, indemnizações, bolsas de emprego e vagas nas empresas do grupo.

Publicidade

Auchan Holding perde 1.145 milhões de euros e reduz vendas em 3,2%

Nestlé acelera esforços para aumentar o número de mulheres em posições de liderança até 2022