in

DIA negoceia com os sindicatos encerramento de 287 lojas

O despedimento coletivo anunciado pelo Grupo DIA irá levar à dispensa de 2.064 trabalhadores e ao encerramento de 287 lojas próprias e de três armazéns, segundo infirmaram os sindicados UGT, Fetico e COO num comunicado conjunto após a primeira reunião de negociações.

Os três armazéns em questão estão localizados em Manises (Valencia), Oviedo (Astúrias) e San Antoni de Villamajor (Catalunha).

Os sindicatos exigiram à direção do grupo “responsabilidades pela má gestão”, reiterando que os trabalhadores “não são culpados” da situação. “Zelaremos para que se reduza o maior número possível de pessoas afetadas e se mantenha o emprego”.

Os sindicatos solicitaram ao não avanço do despedimento coletivo até à reunião de acionistas, que se realiza a 30 de março, quando se decidirá o apoio ao plano estratégico delineado pelo conselho de administração do grupo, baseado numa ampliação de capital no valor de 600 milhões de euros, ou à OPA lançada por Mikhail Fridman.

Publicidade

Grupo Bimbo com recorde de vendas em 2018

Kraft Heinz estuda a venda do seu negócio de café Maxwell House