in

Coca-Cola aposta nas novas marcas para crescer

A Coca-Cola criou o grupo Global Ventures para aumentar a velocidade e a escala das novas aquisições em vários mercados.

Na conferência com os investidores sobre os últimos resultados da multinacional norte-americana, o CEO James Quincey admitiu que a Coca-Cola não está a capitalizar aqueles investimentos tão rápido quanto seria desejável. A Global Ventures vem, assim, permitir “retirar o máximo valor das novas aquisições“, numa altura em que a Coca-Cola quer reduzir a sua dependência das bebidas com gás. 

Jennifer Mann, diretora de recursos humanos da empresa, será a presidente da Global Ventures e irá liderar uma equipa que, para além da capitalização do crescimento das aquisições já efetuadas, será responsável pela identificação de novas oportunidades de negócio. 

Apesar do foco na diversificação do portfólio, o CEO da Coca-Cola reiterou que as fusões e aquisições não são uma estratégia per si, mas sim um instrumento capacitador da estratégia em se tornar numa empresa global de bebidas. 

Não obstante, no último trimestre, a Coca-Cola mostrou-se particularmente ativa neste capítulo. Para além da britânica Costa Coffee, adquiriu a empresa de bebidas energéticas Body Armour e a fabricante de chá kombucha Mojo. 

Publicidade

Publicidade

Jameson lança desafio para apoiar Movember Foundation

Centennials, a próxima geração de consumidores