in , , , ,

CEO’s do retalho preveem crescer em 2016

45% dos CEO’s de retalho e 40% dos de grande consumo confiam que as suas empresas cresçam este ano, de acordo com um inquérito global da PwC. Estas percentagens são superiores à média global, situada nos 35%.

O estudo reflete, contudo, que a instabilidade dos preços dos produtos básicos é uma ameaça para o sector, apontada por 71% dos gestores de grande consumo e 64% dos do retalho. Assim como a volatilidade das divisas e o excesso de regulação.

Além disso, mais de metade dos inquiridos mostra preocupações com a velocidade da mudança tecnológica. As empresas adaptaram-se às novas oportunidades trazidas pelo digital, com a popularização das compras online a transformar os hábitos dos consumidores e os canais de distribuição, tanto físicos como online.

Por outro lado, 58% dos gestores de grande consumo destaca as alterações climáticas e a escassez de recurso como fatores que vão influenciar as suas expectativas. 35% dos inquiridos contemplam desenvolver produtos e serviços éticos.

O estudo mostra ainda que a cadeia de abastecimento se tornou mais longa e complexa, mas também mais propensa a inovações disruptivas, facto que preocupa 62% dos gestores de retalho.

Publicidade

Worten inaugura 182.ª loja em Portugal

Aliança entre Casino e Intermarché domina vendas em França