in

Bayer estuda acabar com a marca Monsanto

A Bayer está a estudar acabar com a marca Monsanto, pela sua associação negativa ao uso de transgénicos, asseguraram fontes da empresa ao Bloomberg.

Nenhuma decisão foi ainda tomada, mas uma das possibilidades em cima da mesa é a comercialização dos produtos Monsanto sob a marca Bayer CropScience, para preservar a sua posição como a farmacêutica com melhor reputação do mundo.

A fusão entre as duas empresas e a criação do maior conglomerado agroquímico do mundo está sob análise dos reguladores e não deverá estar concluída antes de 2017.

Segundo o Bloomberg, mesmo que o negócio obtenha luz verde por parte das autoridades da concorrência, não estará isento de desafios, já que a Bayer terá de integrar a empresa que ficou conhecida pelo desenvolvimento do Agente Laranja, o herbicida usado na Guerra do Vietname, e pelo desenvolvimento de transgénicos. Até porque os problemas de imagem relativos aos transgénicos não são novidade para a Bayer, que em 2011 teve de pagar uma indemnização de 750 milhões de dólares após a denúncia de que o seu arroz geneticamente modificado tinha estragado outras colheitas.

Publicidade

Millennials protagonizam a compra de alimentos pela Internet

Alibaba permite compras offline em estação de comboios de Moscovo