in ,

Amplitude da gama é fator mais importante numa loja para 60% dos europeus

60% dos consumidores europeus citam a gama de produtos disponível nas lojas como um dos principais fatores para as compras, segundo um novo estudo da IRI.

O “Shopper Insights Report” inquiriu 2.600 europeus para apurar que a gama, tendo em conta a amplitude do sortido, a escolha de marcas e a boa seleção de produtos saudáveis, é um dos principais fatores de motivação para a compra, em muitos casos mais importante que a conveniência, qualidade e valor.

Contudo, o facto de ter uma ampla gama de produtos (50%) foi considerado menos importante para comprar numa loja de discount, onde os consumidores são movidos principalmente pelo preço (68%). “A nossa pesquisa mostra claramente que os ‘shoppers’ europeus estão a preferir cada vez mais visitar as lojas online, com um terço a confirmar fazê-lo regularmente, pelo que os ‘brick and mortars’ terão de trabalhar ainda mais para continuar a trazer pessoas para as lojas”, acrescenta Laura Fusi, Shopper Insight Senior Manager da IRI.

Entre os países analisados, há similaridades na percentagem de “shoppers” que escolhem determinada loja em particular devido à gama disponível. No Reino Unido, 60% escolhe um supermercado pela ampla gama de produtos, 64% pelos serviços e 50% pelos preços e promoções. Em Itália, 61% escolhe um hipermercado e 58% opta por um supermercado em particular pela gama de produtos. Em França, 61% dos “shoppers” indicam a gama de produtos como a razão para comprar num hipermercado, ao passo que 68% cita a conveniência e 62% os serviços para optar por este tipo de loja. Em Espanha, enquanto 59% indica a gama de produtos como o motivo para ir a um hipermercado, 52% cita o mesmo para optar por um supermercado. Entretanto, na Alemanha, 73% compra no hipermercado e 70% no supermercado devido à ampla gama de produtos.

Publicidade

Confiança dos consumidores europeus em queda

Vendas da Kimberly-Clark crescem 1% no 3.º trimestre