in , , , ,

Alianças internacionais no retalho preocupam a Centromarca

O diretor-geral da Centromarca – Associação Portuguesa de Empresas de Produtos de Marca, Pedro Pimentel, manifestou a preocupação da associação com com as alianças internacionais de retalhistas estabelecidas já que, no seu entender, podem ter impacto em termos de concorrência e na estratégia de abastecimento.

Recorde-se que, na segunda-feira, tal como a Grande Consumo avançou, os retalhistas francês Carrefour e britânico Tesco, líderes nos respetivos mercados onde operam, anunciaram um acordo estratégico de longo prazo para aumentar o poder negocial junto dos fornecedores e diminuírem os custos.

“Estamos a falar de duas cadeias que somadas representam 120 mil milhões de euros”, o que comparando com a Sonae, “que vale seis mil milhões de euros, por exemplo”, representa “20 vezes mais” no setor da distribuição, adiantou à Lusa o diretor-geral da Centromarca, Pedro Pimentel.

Ora estas alianças, prosseguiu, acontecem “sem qualquer escrutínio das autoridades”, podendo “afetar a estrutura económica” dos fornecedores. “Isto é bastante preocupante porque permite um reforço de poder de negociação” da parte dos distribuidores, apontou.

Além disso, para o responsável da Centromarca “a partilha de informação” que decorre destas alianças “dá um enorme poder” na mesa das negociações com os fornecedores.

“É importante que as nossas autoridades [europeias] estejam atentas ao impacto” que estas alianças vão ter, apontou, salientando que tal poderá traduzir-se em “menor concorrência” e em implicações “na estratégia de abastecimento”.

O acordo entre o Carrefour e a Tesco, que deve estar concluído dentro de dois meses e vigora por períodos de três anos, tem como objetivo melhorar o aprovisionamento e a qualidade dos produtos, a preços mais baixos, com benefício para os clientes, bem como aumentar a competitividade das marcas, explicaram as duas entidades em comunicado conjunto.

Também esta semana, a Auchan Retail, a Metro, o Casino e o Schiever Group anunciaram a criação de uma central de compras com o nome de Horizon, com o objetivo de manter uma operação conjunta.

Publicidade

Portuguese Blond Ale reforça portfólio da gama Super Bock Selecção 1927

Roberto Pedretti é o novo diretor geral da Nielsen para o Sul da Europa