in

Parlamento aprova fim de sacos de plástico para fruta e loiça de plástico descartável

O Parlamento aprovou por unanimidade o fim da distribuição de sacos e cuvetes de plástico para pão, frutas e legumes no comércio e da venda de loiça descartável em plástico.

Todos os partidos votaram a favor de um projeto dos Verdes, que se aplica a “todos os estabelecimentos comerciais que vendem pão, legumes e frutas“.

O objetivo é que em 2020 passe a ser proibido disponibilizar os sacos de plástico transparentes comuns nas secções de fruta e legumes, bem como as cuvetes descartáveis, “geralmente envolvidas em plástico ou poliestireno expandido” para aqueles produtos.

Os deputados aprovaram ainda por unanimidade um texto que combina iniciativas dos Verdes, BE, PAN e PCP, no sentido de proibir a venda ou a utilização de loiça e utensílios de refeição descartáveis em plástico na restauração, estabelecimentos comerciais e outros eventos abertos ao público.

COOPVAL inaugura investimento de 6 milhões de euros na modernização da central fruteira

Carrefour em parceria internacional para as entregas com a Glovo