in

Nestlé utilizará satélites para controlar a sua cadeia de fornecimento

A Nestlé será a primeira empresa de alimentos a implementar um serviço de satélite para monitorizar 100% da sua cadeia de fornecimento de óleo de palma.

Desta forma, a multinacional suíça vai um passo além na sua meta de alcançar o seu compromisso de “Não Desflorestação” em 2020.

Este serviço, chamado Starling, foi desenvolvido pela Airbus e pela The Forest Trust (TFT) como um sistema de verificação global que demonstre que a desflorestação não está a ocorrer em toda a cadeia de fornecimento. “A Nestlé sempre se comprometeu em obter as matérias-primas necessárias para fabricar os seus produtos com responsabilidade“, recorda Magdi Batato, vice-presidente executivo e diretor de operações da Nestlé. “Em 2010, comprometemo-nos com a ‘Não Desflorestação’, estabelecendo que todos os nossos produtos em todo o mundo não estavam associados à desflorestação até 2020“.

A empresa destaca que a desflorestação é um problema “sério e complexo” e a abordagem requer que toda a indústria trabalhe “em conjunto” para alcançar maior transparência, inclusão, participação direta e desenvolvimento de capacidades em toda a cadeia de fornecimento.

Publicidade

Amazon vai concentrar metade do mercado online em 2023

Ervideira é eleita PME Líder pela quarta vez