in

Ervideira consolida vendas em categoria premium

A Ervideira, produtor vitivinícola do Alentejo, registou a venda de cerca de 150 mil garrafas nos primeiros quatro meses de 2016, o que representa uma descida de 20,8% quando comparado com igual período de 2015.

No entanto, durante este mesmo período a Ervideira registou uma faturação de cerca de 620 mil euros, o que representa um aumento de cerca de 8% quando comparado o primeiro quadrimestre de 2015. Isto é justificado pela subida média do valor unitário em 32%, provocada pelo crescimento nas vendas dos vinhos topos de gama. “Tivemos menos unidades vendidas neste primeiro quadrimestre, quando comparado com igual período de 2015, mas aumentámos a faturação, melhorando assim a rentabilidade da empresa”, explica Duarte Leal da Costa, diretor executivo da Ervideira.

Esta situação tem a sua explicação no reconhecimento que tanto o mercado interno como o mercado externo têm vindo a ter face à Ervideira e aos seus produtos, fazendo com que a pirâmide de venda de vinhos seja totalmente invertida. “Vendemos atualmente mais vinhos da gama Conde D’Ervideira (categoria super-premium) do que Vinha D’Ervideira (categoria premium) e, por sua vez, vendemos também este último mais do que Terras D’Ervideira (categoria standard)”, afirma o porta-voz. “Acreditamos que os nossos produtos são produtos diferenciadores e de extrema qualidade, algo que o consumidor tem vindo a reconhecer. Exemplo disso foi o recente lançamento do Vinho da Água, que, à semelhança do que quisemos fazer com o INVISIVEL, irá certamente surpreender todos aqueles que provarem e acabará por se revelar numa segunda “alavanca” da empresa”, conclui Duarte Leal da Costa.

Publicidade

Hama lança cabo antirroubo com tomada USB

Huawei com nova campanha “Câmara Dupla. Entrada Dupla.”