in

Discount protagoniza a maior subida das vendas na Europa

Foto Gary Perkin / Shutterstock.com

O Grupo Schwarz, dono do Lidl, é a empresa de distribuição com mais vendas na Europa, no ano de 2019. O grupo alemão obteve vendas brutas no valor de 120 mil milhões de euros, impulsionadas, precisamente, pelo Lidl, a quem correspondem 90 mil milhões de euros.

O estudo da Lebensmittel Zeitung coloca o Aldi como o segundo maior retalhistas euripeu, com uma faturação próxima dos 70 mil milhões de euros. Isto significa que, em 2019, o canal de discount superou dois gigantes históricos do retalho europeu, respetivamente, Carrefour e Tesco, que vêm em terceiro e quarto lugares. As vendas do grupo francês rondaram os 65 mil milhões de euros, enquanto que as da britânica Tesco ficaram ligeiramente acima dos 62 mil milhões de euros.

Fazem também parte do top 6 a Rewe, com 60 mil milhões de euros, e a Edeka, com 59 mil milhões de euros, num testemunho da pujança dos grupos alemães.

O estudo destaca especialmente a força das vendas do canal de discount, já que ao Lidl e ao Aldi se vêm juntar as filiais da Rewe e da Edeka que operam neste formato, com vendas de 15 mil milhões de euros cada. “O potencial de crescimento das lojas de discount é praticamente ilimitado”, indica o estudo, embora alerte para alguns sinais de saturação em alguns mercados.

Outro dado a reter é o facto do top 30 concentrar 61% das vendas, em 2022, face aos 59% acumulados em 2016 e aos 60% de 2019.

Publicidade

Publicidade

Lidl com forte aposta no pronto-a-comer

Auchan lança gama responsável de chocolates