in

Confraria dos Enófilos do Alentejo distingue os Melhores Vinhos do Alentejo

A Confraria dos Enófilos do Alentejo apresentou, no dia 25 de junho, no Hotel Mar d’Ar Muralhas, em Évora, a sétima edição do concurso Melhores Vinhos do Alentejo. Esta iniciativa tem como objetivo premiar não só a qualidade do vinho produzido no Alentejo, mas também dar a conhecer aos consumidores uma nova geração de enólogos e produtores.

O concurso deste ano apresentou algumas alterações no regulamento, para reforço da notoriedade dos vinhos com pontuação mais elevada e destacados pelo júri e consequente distinção e valorização dos prémios atribuídos. Este ano, estiveram à prova 114 vinhos produzidos no Alentejo e provenientes de 40 produtores. Nesta sétima edição, os vinhos avaliados foram constituídos por 31 brancos, 11 rosados e 72 tintos.

Destes 114 vinhos a concurso, os vencedores da medalha de ouro, foram Quintas de Borba – Branco 2018, Adega Cooperativa de Borba, CRL; Valcatrina by Santos Lima– Rosé 2018, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA; Monte da Caçada – Alicante Bouschet – Tinto 2017, Casa Santos Lima – Companhia das Vinhas, SA;

A juiz da Confraria dos Enófilos do Alentejo comenta que “os vinhos premiados apresentaram qualidade elevada, de perfil diferenciado, muito equilibrados ao aroma e sabor, com estrutura, elegância e grande longevidade. Vinhos que permitem diversidade e opção de escolha ao consumidor mais esclarecido e exigente, quer para consumo imediato ou para aguardar pacientemente o momento perfeito para o seu consumo. A qualidade destacada pelo júri de prova louva o real esforço que tem sido realizado ao longo dos tempos por todos os intervenientes no sector, em especial dos produtores de vinho, que continuam a merecer a credibilidade e o reconhecimento dos mercados, quer nacional, quer internacional”.

Portugal Sou Eu reúne artesãos aderentes ao programa na FIA

Projeto de Jameson Caskmates em parceria com a cerveja Musa chega ao Porto