in

Como abrir um Franchising em 10 passos?

 

 

Raymond Albert Kroc ou, simplesmente, Ray Kroc. Muitos não associam este nome anglo-saxónico a nada de particular relevo. Não poderiam estar mais enganados. Considerado, em 1999, pela revista Time como uma das cem pessoas mais importantes do século XX, Kroc foi o artífice daquele que é hoje o maior e mais bem-sucedido franchising da história: a McDonald’s. À criatividade e visão, o nosso homem somou uma cuidadosa análise de mercado, um parceiro financeiro forte e um serviço ao cliente completamente otimizado em todos os seus estádios: pedido, concretização do pedido e pagamento.

Gerir bem significa clientes satisfeitos e clientes satisfeitos significam exigência, qualidade e rapidez no ato de servir. Para que tudo isto seja a realidade da sua empresa, a escolha dos parceiros de negócio é de crucial importância. A satisfação de uma necessidade não se compadece, hoje em dia, com atrasos ou lentidão de processos nos três estádios acima enunciados. Vemos e queremos adquirir, mas, se não pudermos efetuar o pagamento do bem à mesma velocidade com que concluímos os dois primeiros passos, não há análise de mercado ou criatividade que evite que o nosso negócio vá por água abaixo.

No sentido de evitar que esta cadeia colapsasse, a marca de negócios Redunicre do grupo Unicre, responsável por disponibilizar ao mercado soluções para aceitação de pagamentos com cartões dos principais sistemas de pagamentos internacionais, lançou no mercado, há já alguns anos, um terminal de pagamento automático físico (fixo ou móvel) que permite ao cliente efetuar pagamentos com maior rapidez, simplicidade e conveniência. Este TPA físico lança-se no futuro com a adição de tecnologia contactless que vai permitir ao adquirente de um bem ou serviço realizar pagamentos até 20 euros (ou até um máximo acumulado de 60 euros) com o simples ato de aproximar o cartão do terminal e sem necessitar de inserir o PIN. Apenas, e caso o valor seja superior aos 60 euros acumulados, será pedido ao utilizador que insira o seu código. Esta tecnologia segue todos os critérios de segurança dos sistemas de pagamento internacionais e atua sobre o standard EMV, vulgarmente designado por Chip & Pin.

Como se percebe, concretizar o sonho de um negócio próprio e fazê-lo prosperar, apesar da aparente simplicidade de processos, pode depender de uma simples escolha, de um detalhe. Equilibrados nesta ténue linha entre o fracasso mais atroz e o sucesso mais retumbante, preparámos um guia em dez pontos para ajudá-lo a preparar-se do melhor modo para a tarefa que terá em mãos.

10 Passos para abrir um Franchising

  1. Pergunte a si próprio se tem paciência para muita burocracia e a disponibilidade necessária para abdicar, ainda que momentaneamente, de rendimentos e horários fixos.
  2. Pese os riscos/virtudes de um empreendimento do género. Compare o que o negócio exige com as suas competências pessoais. Procure formação profissional especializada.
  3. Obtenha toda a informação sobre o mercado e procure perceber o que significa abrir um franchising (termos, condições, tipos de empresa existentes, etc.).
  4. Aposte num sector e verifique quais as opções de negócio disponíveis no mercado compatíveis com o serviço que gostaria de prestar e o capital que tem disponível. Aposte numa marca sólida e em expansão.
  5. Escolha uma das empresas, avalie as condições de mercado e a potencial concorrência no local onde irá operar.
  6. Escolhidos o sector e a franchisadora, estabeleça contacto e realize reuniões exploratórias com a empresa em questão de modo a perceber quem são os sócios, qual a sua política empresarial, quais os objetivos da marca e metas a atingir. Complemente a informação recolhida com dados (taxas, estimativas de receitas, custos da loja, custos dos produtos, margens, etc.) de outras lojas franchisadas.
  7. Antes de assinar contrato, é importante assegurar-se de que dispõe de, pelo menos, entre 30% a 50% do capital necessário para o investimento inicial. Se não tem o dinheiro suficiente, nunca peça 100% de financiamento porque existem custos que continuará a ter, como é o caso do aluguer de equipamentos ou os royalties (percentagem das vendas ou lucros).
  8. Negociadas as condições e assinado o contrato, é importante ter em mente que, apesar de já estar à frente do seu próprio negócio, com o contrato de franchising, estará obrigado a seguir as diretrizes da franchisadora quanto ao modus operandi da sua empresa no dia-a-dia.
  9. A escolha dos parceiros de negócio é fulcral. Caso os termos do contrato com a franchisadora não o obriguem a entidades pré-definidas, deve procurar parceiros fiáveis e com capacidade de resposta às exigências diárias do seu negócio.
  10. Selecione uma equipa de colaboradores motivados e eficientes. Procure sempre aconselhamento profissional junto de um advogado e de um contabilista.

Continente lança novos chocolates com cacau certificado

81% dos europeus querem que as marcas implementem programas de sustentabilidade