in ,

Café no top 5 das categorias mais consumidas fora de casa

Foto Shutterstock

São mais de 16 biliões as ocasiões de consumo das categorias de bebidas e snacking em Portugal, num ano, realizadas dentro e fora de casa, o que se traduz em 32 ocasiões de consumo de um indivíduo por semana nestas mesmas categorias.

Os dados são da Kantar e indicam que, apesar da recessão económica, 30% dessas ocasiões acontecem fora de casa, número que, em grande parte, se deve ao café. No fora de casa, quase 80% das ocasiões de consumo são apenas de café, ou seja, de forma isolada e sem acompanhamento de outro produto.

O café encontra-se no top 5 das categorias mais consumidas fora de casa nos diferentes momentos. “Se, por um lado, começamos o nosso dia acompanhando o café com alguns lácteos e bolaria, por outro lado, conforme o nosso dia avança, vamos introduzindo os refrigerantes, as águas e os sumos, ou, já na parte da tarde e no jantar, as bebidas alcoólicas. Mas a verdade é que o café é sempre o protagonista e nunca acabamos o nosso dia sem o café, entre outros produtos mais prazerosos, como os gelados ou os snacks de chocolate”, diz a Kantar.

Tal facto não é de estranhar se pensarmos que o café é uma categoria muito acessível em Portugal. “Pagamos 80 cêntimos, em média, por um café fora de casa em Portugal, valor que fica muito longe dos quase quatro euros na Chin, ou quase três euros no Reino Unido. Mas não precisamos ir tão longe, pois, em Portugal, o café, em média, é um euro mais barato do que no país vizinho, Espanha, o que nos leva a pensar na acessibilidade da categoria e o espaço potencial para gerar valor incremental”.

Isto torna Portugal no país com mais adeptos de café: nove em cada 10 portugueses bebem café fora de casa de forma regular.

63% das ocasiões de consumo são sempre de café com açúcar e privilegiando o expresso ao resto das variedades.  Os principais fabricantes têm feito grandes esforços por tornar a categoria mais moderna, dinâmica e premium e adaptando-a às novas realidades e exigências do consumidor atual. Exemplos deste movimento são a oferta de uma maior conveniência via as cápsulas de café, único segmento com crescimento no último ano e que já conquistou sete de cada 10 lares portugueses, ou a preocupação pelo meio ambiente, criando opções biológicas ou consciencializando os consumidores da importância da reciclagem das cápsulas de café, alavancado a sustentabilidade.

Publicidade

Publicidade

Amazon passa a financiar as compras dos clientes

Carrefour prossegue na sua reestruturação estratégica