in

Parras Vinhos conquista Ouro para Lisboa, Alentejo e Douro

A Parras Vinhos arrecadou três medalhas de ouro na última edição da Mundus Vini, que é considerada a maior competição de vinhos da Alemanha. Portugal foi o terceiro país mais premiado nesta edição de Primavera 2016.

Lisboa, Alentejo e Douro são as regiões galardoadas, com os seus Reserva Branco 2014 Quinta do Gradil, Reserva Tinto 2014 Montaria e o Desafinado Grande Reserva 2012, respetivamente.

O Reserva Branco 2014 Quinta do Gradil é feito a partir da combinação de Chardonnay e Arinto, “que após uma prensagem suave e fermentação em barricas de carvalho francês, passou por um processo de battonage sur lie durante noventa dias”. Segundo a produtora, este é um vinho muito equilibrado e bem estruturado que “na prova apresenta uma estrutura aromática elegante com notas delicadas de frutos citrinos e mineralidade”.

Já o Reserva Tinto 2014 Montaria é um tinto alentejano com aroma a frutos vermelhos e notas finas de tabaco, que estagiou em barricas de carvalho francês e em barricas de carvalho americano. Produzido a partir das castas Syrah, Trincadeira e Aragonez, o Reserva Tinto é o segundo a surgir dentro da gama de tintos da marca que fica completa com um Colheita e um Grande Escolha.

Finalmente, o Desafinado Grande Reserva 2012 é um vinho de nariz exuberante a fruta bastante madura, com notas de tosta ligeira. “Na boca os seus taninos estão bem envolvidos, com ligeira doçura frutada, acidez moderada e final intenso”, refere a produtora. Elaborado a partir das castas Touriga Franca, Tinta Francisca e Tinta Barroca, este vinho resulta “da escolha criteriosa das melhores uvas que crescem nas encostas do Douro”.

A Parras Vinhos tem vinhas próprias na Região de Lisboa, mais exatamente na Quinta do Gradil. É daqui que saem os Quinta do Gradil, os Castelos do Sulco e os Mula Velha. A empresa também é proprietária de uma Herdade no Alentejo, mais exatamente no Redondo. Desta Herdade vão sair em breve alguns vinhos terroir, mas é também por lá que são produzidos outros “alentejanos”, como por exemplo o Montaria agora premiado.

A empresa é também responsável pela exploração da Casa das Gaeiras, em Óbidos. Através da sua unidade de negócio – Parras Partners – tem ainda parcerias com produtores locais de outras zonas vitivinícolas do país, para dar resposta às necessidades globais do mercado. É assim que surge o Desafinado Grande Reserva 2012, do Douro.

Publicidade

Bosch Termotecnologia cresce 7%

Cerveja Beck’s promove música emergente nacional