in

Mercadona expande substituição de sacos de plástico

A Mercadona expande para 66 lojas a possibilidade de os seus clientes poderem fazer a compra em sacos de papel ou plástico reciclado.

Com esta medida, que a empresa pretende ir implementando nos seus supermercados até à reposição total, em 2019, a Mercadona continua a promover o laboratório de testes que começou em maio para incentivar o reaproveitamento de sacos e o uso de plástico reciclado, favorecendo os princípios da economia circular.

Com este laboratório, a Mercadona elimina os grandes e pequenos sacos de plástico introduzindo, como alternativa, sacos de papel e uns novos sacos reutilizáveis feitos com 50-70% de plástico reciclado, conforme indicado nos próprios sacos. Além destes novos tipos de sacos, que em ambos os casos custam 10 cêntimos, a empresa mantém como alternativa o saco de ráfia reutilizável (50 cêntimos).

Nesta segunda fase do laboratório de testes, estes sacos estão disponíveis em 66 supermercados distribuídos nas províncias de Valência, Barcelona, Biscaia, bem como em todas as lojas das Ilhas Baleares e Cantábria.

Com esta medida, a Mercadona reforça o seu compromisso com a sustentabilidade, que a levou, em 2011, a apresentar iniciativas para reduzir o uso de sacos plásticos de uso único e, um ano antes, em 2010, a tornar-se pioneira na reciclagem de plásticos com projetos como o que foi realizado em conjunto com o interfornecedor especialista SPBerner, para incorporar uma nova linha de produtos para o lar (baldes, vassouras e esfregonas), feita com o plástico recuperado das estufas. 

Publicidade

Metro com dificuldades no mercado russo

Vendas a retalho em Portugal crescem 3,5%