in

Lisbon Beer District quer recuperar a história de Marvila Velha

Nascido da congregação de três empresas cervejeiras, Dois Corvos, Lince e MUSA, o Lisbon Beer District pretende recuperar a história de Marvila Velha, palco incontornável do sector secundário lisboeta. O objetivo passa por rejuvenescer o local, através da nova indústria cervejeira nacional.

O projeto promoverá um círculo regular de eventos, colaborações, palestras e outras iniciativas que aproximarão a comunidade local do centro cosmopolita. A primeira, marcada para dia 14 de outubro, ocupará a zona com uma Oktober Fest, um dia de portas abertas para as fábricas, com concertos, visitas guiadas, “street food” e cervejas colaborativas especiais.

Marvila Velha foi, em tempos, um dos focos mais importantes da indústria lisboeta. Intimamente ligada ao rio e ao porto, albergou uma importante cadeia de indústrias, dos fósforos à borracha, do azeite ao vinho, do açúcar à moagem. Com o tempo, abandonada pela indústria e esquecida pelas dinâmicas urbanísticas.

Nos últimos anos, Marvila Velha rejuvenesceu, atraindo até si uma nova geração de galerias e ateliers de artistas, designers, produtores, editores e restaurantes. Acompanhando a aposta governamental e particular naquela que é apontada como uma das regiões com mais potencial na cidade de Lisboa, uma indústria de pequena escala instalou-se na zona, imprimindo-lhe uma nova dinâmica produtiva: a cerveja artesanal. Uma indústria que agora se une neste Lisbon Beer District, espaço para o diálogo entre os diferentes actores do sector e motor de criação para sinergias entre as cervejeiras e a comunidade local.

Publicidade

“Vinhos do Alentejo em Lisboa” regressam à capital no próximo fim-de-semana

IKEA Loulé tem uma nova gama para animais de estimação